Eles dominaram o mercado: a força dos influenciadores digitais

Em números gerais: 67% dos usuários do Instagram no Brasil seguem algum influenciador digital
 (Milan Markovic/Getty Images)
(Milan Markovic/Getty Images)
Por Bora VarejoPublicado em 13/06/2022 19:50 | Última atualização em 13/06/2022 19:50Tempo de Leitura: 8 min de leitura

Pesquisas apontam que 40% dos brasileiros que compram pela internet tomam suas decisões baseados nas recomendações de algum influenciador. Esse número coloca nossos consumidores como os mais afetados pela influência digital no mundo. Um estudo global da Influencer Marketing Hub apontou que o investimento em influência vai sair de US$ 13,8 bilhões em 2021 para aproximadamente US$ 16,4 bilhões em 2022. Em números gerais: 67% dos usuários do Instagram no Brasil seguem algum influenciador digital e outros 55% disseram já ter comprado algo indicado ou utilizado por um influenciador digital. 

Para empresas que utilizam os influenciadores certos, o ROI é de 5x o capital investido e a taxa de lembrança de anúncios feitos por influencers é de 69%. Para comentar esses índices e apresentar os próximos passos para as empresas que pretendem unir forças aos digitais influencers brasileiros, convidamos a equipe da Aceleraí, especializada no tema.

  • Hoje existem influenciadores digitais para os mais variados segmentos, como uma empresa pode identificar se aquele é o mais adequado para o seu tipo de negócio? 

O Brasil conta com mais de meio milhão de influenciadores, aqueles com pelo menos 10 mil seguidores nas redes sociais, segundo a Nielsen. Existem muitos influencers e é um desafio determinar os escolhidos em meio a tantas possibilidades.

O fator mais importante na hora de selecionar um influencer é entender a pertinência que ele tem com a marca, clientes e o desafio da comunicação naquele momento. Na hora de determinar o influenciador para seu tipo de negócio é importante primeiramente identificar o perfil da audiência desse profissional. Um dos grandes erros de algumas marcas é escolher o influenciador pela fama ou pelo gosto pessoal. É muito importante identificar se os seguidores desse profissional são potenciais consumidores do seu produto ou serviço.

Depois de identificar os públicos de interesse é preciso fazer uma seleção das características desses profissionais e avaliar a qualidade dos conteúdos que eles produzem. Parece até trabalhoso fazer esse levantamento, mas atualmente existem diversas empresas e ferramentas especializadas em trazer essas informações sobre os influenciadores para que você consiga realizar essas análises e identificar quais são os mais estratégicos para representar a sua marca. 

É necessário alinhar a característica do influenciador com o seu negócio. É importante associar sua marca com profissionais que consigam passar a mensagem para seus seguidores e que também representam da melhor forma o produto ou serviço, para que a mensagem chegue de forma correta e alinhada ao posicionamento que você busca no mercado.

E por fim é preciso levar em consideração qual o contexto da marca e o desafio da comunicação que esse influencer vai ajudar resolver, seja ele construir autoridade de marca, aumentar o awareness ou aumentar a taxa de conversão de vendas. O influenciador tem um papel importante na eficiência do plano de comunicação. 

  • Número de seguidores representa qualidade de conteúdo? Quais são as principais características que destacam um bom influenciador?

A resposta é um convicto “NÃO”, nunca se deve associar o volume de seguidores à qualidade do conteúdo. Muitos possuem uma extensa base de seguidores, mas não possuem engajamento com a base. Um bom influenciador é muito caracterizado pelo alcance e engajamento, como likes, comentários, compartilhamentos e postagens salvas, das publicações que ele faz nas redes que ele atua.

Bons influenciadores conseguem administrar o volume e o tipo de postagens com o engajamento da sua base além de sempre conseguir construir narrativas harmonizando conteúdos proprietários com publicidade de marcas. Ao observar a linha do tempo dos influenciadores é possível já identificar quem é um bom criador de conteúdos e quais são os que apenas buscam volume pra tentar vender base de audiência. Os influencers de sucesso extrapolam o papel de usuários de determinado produto ou serviços para referências inspiradoras de comunidades. 

  • Em média, quais são os custos envolvidos na contratação desse tipo de profissional? A permuta de serviços ou produtos é uma opção para as empresas?

Existem diversas formas de contratar esse tipo de profissional, seja por meio de uma empresa especializada em intermediar as negociações ou de forma direta com o influenciador. Os valores envolvidos no processo variam muito a depender do tempo de contrato, volume de entrega e negociação de exclusividade. Os valores vão de R$500,00 até R$800 mil. O mercado de influência está cada vez mais profissional, muitos já contam com um staff comercial e possuem um mídia kit com informações sobre a audiência, assuntos e formatos explorados nos canais. 

Dentre os formatos de negociação o mais comum é o contrato por volume de postagens, ou seja, é cobrado um valor específico para que se crie o conteúdo e faça uma determinada quantidade de postagens em formatos pré-determinados na negociação. Além dessa forma de contratação vem se popularizando também formatos de compra atrelados à resultados, como a compra por volume de impressões, por volume de cliques e até mesmo por resultado, % de participação em vendas, por lead gerado ou por cliente adquirido para o negócio. O formato de permuta vem perdendo recorrência, um mercado cada vez mais profissionalizado e mais empresas envolvidas no processo, a negociação com remuneração financeira se torna mais atrativa.

  • Para criadores de conteúdo que pretendem entrar nesse ramo, quais são as dicas para começar?

Como qualquer tipo de negócio não há uma fórmula mágica para ter sucesso nesse ramo. A dica é observar com atenção as estratégias de quem já faz sucesso, tente identificar qual tipo de público pode se interessar pelos seus conteúdos, seja um creator nichado neste primeiro momento, escolha um assunto, estude muito sobre o tema, apresente conteúdos atrativos e crie narrativas envolventes. Fazer um benchmarking já vai dar uma base para entender as características comportamentais como volume de postagens, formatos de conteúdo que engajam. Mas, é muito importante considerar a regra de nunca copiar conteúdos de outros influenciadores, isso porque as principais características de influenciadores que atingiram o sucesso é a originalidade. 

O seu sucesso vai ser construído testando muitos conteúdos e formatos, sendo persistente até conseguir criar a fórmula ideal para as suas necessidades de conteúdo e respeitando o interesse da sua audiência.

  • Quais são as tendências para 2022? Quais segmentos estão ou vão estar mais em alta entre os influenciadores?

Após um período ultra tecnológico imposto pela pandemia, muitas pessoas querem agora um detox digital em alguns segmentos. O bot’s que surgiram como solução de atendimento, hoje se tornaram burocráticos. O brasileiro que sempre foi tão humano e caloroso, percebeu que a falta da humanização faz diferença. Marcas que utilizam uma estratégia híbrida, aproveitando o melhor do digital e humano, devem cobrir as diferentes necessidades e perfis de clientes apresentam uma resolução mais fluida. Os influencers podem ser uma solução figital: aproximam pela humanidade e direcionam para um solução digital de performance.

Uma tendência comportamental sentida nas redes sociais é a contracultura do padrão estético idealizado. O que é verdadeiro e autêntico ganha força, este não é um movimento novo, mas ele ganha mais voz nas editorias das marcas e no discurso das pessoas. Um exemplo é o sucesso do app BeReal, um dos aplicativos mais baixados das lojas da Apple e Android, a proposta da nova rede social é convidar as pessoas a retratarem um momento do seu dia de forma genuína sem a preocupação estética imposta por outras redes sociais. O TikTok já explora um conteúdo imperfeito e com visual caseiro e improvisado. O desafio agora é para que os influencers acostumados a seguir um padrão utópico consigam se adaptar a um estilo de vida menos rígido. 

  • Na sua avaliação, qual rede social atualmente é mais eficiente para o trabalho de promoção de um produto ou serviço por um influenciador?

O importante aqui não é identificar “a” rede social, mas sim, onde está o seu público e qual é o desafio da comunicação. A melhor rede ou combinação de redes vai ser a que fala de forma genuína com o público que é potencial consumidor. Escolher os influenciadores, as redes sociais e o papel de cada uma delas são os grandes desafios estratégicos da comunicação no ambiente social.

Redes como o Instagram, TikTok, Youtube Twitch, etc possuem características específicas de público e formato de consumo de conteúdo. O ideal é identificar onde seu público se encontra e avaliar os influenciadores que são mais estratégicos para divulgar seu produto ou serviço. Por exemplo, se você quer impactar o público mais jovem, o TikTok vem sendo um excelente canal, se seu público está mais relacionado à games, O Twitch tem grande alcance nesse target. Mas, a dica aqui é mapear seu público, entender se ele pode ajudar na resolução do desafio da marca.