Ciência

Quatro novos planetas são descobertos na constelação de Aquário

Os planetas foram descobertos por meio de dados fornecidos pela sonda Kepler

Aquário: especialistas descartaram a possibilidade de que os planetas possam ser habitáveis para o ser humano (ikewinski/Flickr)

Aquário: especialistas descartaram a possibilidade de que os planetas possam ser habitáveis para o ser humano (ikewinski/Flickr)

E

EFE

Publicado em 6 de abril de 2017 às 11h41.

Sydney - Voluntários australianos que colaboram em analisar dados colhidos pela sonda Kepler através do portal Zooniverse descobriram quatro novos planetas que orbitam uma estrela na constelação de Aquário.

Chris Lintott, pesquisador principal do Zooniverse, um portal de ciência cidadã, afirmou nesta quinta-feira no programa especializado da televisão australiana Stargazing Live que os quatro planetas se encontram a cerca de 600 anos luz da Terra.

O especialista descartou a possibilidade de que possam ser habitáveis para o ser humano devido a suas altas temperaturas, pois ficam muito próximos a seu sol.

"Estão muito mais perto da estrela que Mercúrio do Sol", disse Lintott.

O projeto Expoplanet Explorers examina dados enviados pela sonda Kepler, é dirigido pelo cientista Ian Crossfield da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz (Estados Unidos), e começou há dois dias n Zooniverse, que recebe em Canberra os dados da Nasa.

A Nasa lançou o satélite Kepler em 2009 com a missão de orbitar ao redor do Sol e explorar o Universo na busca de planetas em outros sistemas solares, principalmente os mais parecidos com a Terra.

Acompanhe tudo sobre:EspaçoPlanetas

Mais de Ciência

'Saquinho' de nicotina ganha adeptos para perda de peso

Usuários do Wegovy mantêm perda de peso por quatro anos, diz Novo Nordisk

Meteoros de rastros do Halley podem ser vistos na madrugada de domingo

AstraZeneca admite efeito colateral raro da vacina contra covid-19

Mais na Exame