Ciência

Primeiro satélite de observação da Terra criado pela indústria nacional é lançado nos EUA

Equipamento foi foi desenvolvido pela Visiona Tecnologia Espacial, uma joint-venture entre a Embraer e a Telebras, em São José dos Campos, no interior de São Paulo

 (Getty Images/Getty Images)

(Getty Images/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 16 de abril de 2023 às 12h24.

Foi lançado neste sábado o primeiro satélite de observação da Terra produzido e projetado pela indústria nacional na base de lançamento de Vandenberg, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Quem criou o primeiro satélite de observação da Terra do Brasil?

Considerado um nanossatélite, o VCUB1 foi desenvolvido pela Visiona Tecnologia Espacial, uma joint-venture entre a Embraer e a Telebras.

O equipamento é o primeiro satélite de observação da Terra e coleta de dados projetado pela indústria nacional e deverá demonstrar a capacidade da indústria brasileira de realizar missões espaciais avançadas. Ele foi desenvolvido em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

“O lançamento do VCUB1 é histórico para a indústria aeroespacial brasileira porque coloca o país em um seleto grupo de nações que dominam todo o processo de desenvolvimento de satélites e nos capacita para voos ainda maiores”, afirma João Paulo Campos, Presidente da Visiona Tecnologia Espacial.

Segundo a Embraer, o nanossatélite será usado para desenvolvimento e validação de tecnologias espaciais da Visiona na área da agricultura, controle de desmatamento e outras aplicações.

O principal objetivo do lançamento é validar a arquitetura do satélite e o seu software embarcado para a poder usá-los em satélites de maior porte. A missão também permitirá a qualificação no espaço da câmera OPTO 3UCAM, a primeira câmera reflexiva projetada e produzida no Brasil.

O projeto contou com o apoio financeiro da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e do Instituto Senai de Inovação.

Acompanhe tudo sobre:SatélitesEmbraerTelebras

Mais de Ciência

Raiva pode prejudicar cérebro, coração e sistema gastrointestinal, mostra estudo

Cientistas descobrem planeta com temperatura similar à da Terra e potencialmente habitável

Ozempic reduz risco de morte para pessoas com diabetes, revela estudo

Einstein estava certo sobre a gravidade em buracos negros, diz estudo

Mais na Exame