Acompanhe:

Butantan começa a produzir 8,6 milhões de novas doses da Coronavac

A previsão é de que as novas doses comecem a ser liberadas para imunização dos brasileiros a partir de 23 de fevereiro

Modo escuro

Continua após a publicidade
Instituto Butantan: Os imunizantes estão sendo fabricados a partir dos insumos que chegaram da China na noite de quarta-feira, 3 (Amanda Perobelli/Reuters)

Instituto Butantan: Os imunizantes estão sendo fabricados a partir dos insumos que chegaram da China na noite de quarta-feira, 3 (Amanda Perobelli/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 6 de fevereiro de 2021 às, 18h08.

Última atualização em 6 de fevereiro de 2021 às, 18h08.

O Instituto Butantan começou a produzir 8,6 milhões de novas doses da vacina Coronavac neste sábado, 6. Os imunizantes estão sendo fabricados a partir dos insumos que chegaram da China na noite de quarta-feira, 3. O órgão de pesquisa desenvolve a vacina contra o novo coronavírus em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A pandemia está mexendo com a economia e os negócios em todo o mundo. Venha aprender o que realmente importa na EXAME Research 

Os 5.400 litros de matéria-prima passarão por envase, rotulagem, embalagem e processo de inspeção para controle da qualidade das ampolas. A previsão é de que as novas doses comecem a ser liberadas para imunização dos brasileiros a partir de 23 de fevereiro.

A chegada da matéria-prima, na quarta-feira, encerra, por enquanto, os problemas enfrentados para a importação do material. A carga atrasou e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) chegou a pedir atuação do governo federal, por meio do Ministério das Relações Exteriores, para ver a importação ser bem sucedida.

A vacina vem sendo envasada após o recebimento do insumo farmacêutico ativo (IFA), importado da China. Na próxima quarta-feira, 10, o instituto deverá receber mais 5.600 litros da matéria-prima. Eles correspondem a mais 8,7 milhões de doses. A liberação de outros 8 mil litros está em negociação com a farmacêutica chinesa. Uma nova fábrica está sendo construída para a produção completa da vacina pelo Butantan, que deve iniciar a fabricação em escala a partir de janeiro.

A Coronavac é hoje a mais amplamente disponível no País. A produção da vacina foi comprada pelo Ministério da Saúde e está sendo distribuída aos Estados. Até o dia 31 de janeiro já haviam sido entregues 8,7 milhões de vacinas. O contrato com o governo federal prevê a entrega de 46 milhões de doses, além da promessa de aquisição de mais 54 milhões.

 

Últimas Notícias

Ver mais
Zema reitera no STF que não vai exigir vacinação completa de estudantes na rede estadual
Brasil

Zema reitera no STF que não vai exigir vacinação completa de estudantes na rede estadual

Há uma semana

Qual a diferença entre dengue e covid-19? Veja os sintomas
Brasil

Qual a diferença entre dengue e covid-19? Veja os sintomas

Há 2 semanas

MG e SC contrariam Ministério da Saúde e não exigem carteira de vacinação para matrícula escolar
Brasil

MG e SC contrariam Ministério da Saúde e não exigem carteira de vacinação para matrícula escolar

Há 3 semanas

Casos agudos de covid-19 aumentam no Norte e Nordeste
Brasil

Casos agudos de covid-19 aumentam no Norte e Nordeste

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais