Sofia Esteves: o mercado precisa de profissionais corajosos

Para a especialista em desenvolvimento de talentos e colunista da EXAME, os bons profissionais devem perder o medo de se expor. Veja dicas para fazer isso

Hoje quero te convidar a uma reflexão. Imagine um profissional dedicado, que ama o que faz, estuda constantemente e tem ideias inovadoras capazes de trazerem soluções que a empresa e o mundo precisam. Mas, por medo de se expor, ou até por preguiça de “se vender” e contar aos outros sobre seus talentos, se mantém calado, ocupando a mesma posição há anos na organização e, certamente, enfrentando dificuldades financeiras.

Do outro lado, há um profissional “esperto”, que entendeu o que o mercado procura. Aprendeu as palavras que vendem e então, criou produtos digitais em que se denomina especialista. Ele, que só fez um curso online básico, acumula milhares de seguidores e ganha muito dinheiro enganando as pessoas. Ele não se importa com o resultado dos seus clientes, seu objetivo é apenas lucrar. Sim ainda existirá este tipo de ser humano em 2021. Felizmente existem muito mais profissionais sérios do que “espertos”, mas precisamos ficar muito atentos.

Pois é. Vivemos uma era de especialistas, onde qualquer pessoa pode se denominar expert em algo e vender seus serviços. Então, eu te pergunto: o que seria melhor para a sociedade? Alguém que, de fato, sabe sobre o que está falando e se importa com seus clientes, ou alguém que visa apenas o lucro passando por cima dos princípios da ética?

Nós sabemos a resposta, não é mesmo? Se você já se viu nessa situação, o que ainda te impede de ocupar o seu lugar? Sim, o seu lugar! Há tantas pessoas conquistando sucesso com produtos, ou mensagens ruins no mercado. Nós precisamos de bons profissionais, com talentos verdadeiros e boas mensagens ocupando esses espaços, ao invés dos “espertos”.

Seja por comodismo, medo, vergonha ou preguiça, estou te convidando a refletir sobre o que você tem deixado ser maior do que o valor da sua carreira. Como vencer essas barreiras e colocar seus dons e talentos em ação? Esse é o seu valor. Saiba que até mesmo a execução de uma boa planilha em uma empresa que faz a diferença na sociedade é uma boa contribuição.

Então, como você pode contribuir com sua empresa, clientes e a sociedade? Não estou aqui falando de projetos grandiosos, que também são super válidos. Estou te convidando a perceber como cada ação é importante, se por trás dela, houver a intenção genuína de construir uma sociedade melhor.

Mas mais importante ainda, estou te convidando a ter coragem. As boas mensagens precisam falar mais alto do que as ruins. Bons profissionais precisam ter mais atitude e destaque. Precisamos de boas referências inspirando os jovens talentos a seguir por caminhos honestos. O bem precisa ser audacioso e a humildade não tem nada a ver com ser pequeno e silencioso, ok?

Reúna seu conhecimento, planeje sua presença digital, peça uma reunião com seus gestores e encontre caminhos para ecoar sua mensagem ao mundo. Isso é uma carreira com propósito. Fazer a diferença, fazendo acontecer.

Não se compare, não se permita desanimar e acredite no valor da sua mensagem, ok? Esse é meu convite para que você comece a semana relembrando seus dons e talentos e os colando à serviço da evolução do mercado, da sociedade e, consequentemente, da sua realização pessoal e profissional. Você merece e o mundo precisa.

Boa jornada!

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também