Brasil

VEJA/FSB: Huck empata com Bolsonaro, mas ganha de Haddad no 2º turno

Pesquisa da nova edição de VEJA aponta os possíveis cenários para 2022; Huck, apesar de conversas, segue sem partido

Bolsonaro e Huck: apresentador empataria com o presidente (Montagem/Exame)

Bolsonaro e Huck: apresentador empataria com o presidente (Montagem/Exame)

Tamires Vitorio

Tamires Vitorio

Publicado em 18 de outubro de 2019 às 08h34.

Última atualização em 18 de outubro de 2019 às 09h39.

São Paulo — Uma pesquisa divulgada por VEJA, em parceria com a FSB, apontou que, em um cenário hipotético em 2022, Luciano Huck venceria de Fernando Haddad (PT-SP) em um eventual segundo turno, mas empataria dentro da margem de erro com o atual presidente, Jair Bolsonaro, (39% a 43%).

Huck ainda não tem partido, mas milita pelo RenovaBr e o Agora!, movimentos que se definem como "suprapartidários". Segundo a VEJA, a última especulação é a de que o apresentador iria para o Cidadania.

Outros cenários apontam que em uma nova disputa entre Haddad e Bolsonaro, o presidente levaria a melhor, por 34% a 47%. A pesquisa também mostra que Lula perderia de Bolsonaro, por 38% a 46%.

Já o pedtista Ciro Gomes, novamente não passaria da primeira fase das eleições. Bolsonaro, segundo a pesquisa, só perderia de Sergio Moro. No segundo turno, o ministro ganharia por 38% a 34%.

Vale lembrar que a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

No evento da premiação Melhores & Maiores, realizado setembro deste ano por EXAME, Huck afirmou que "se não fizermos nada, o país vai implodir".

"Quero ser um cidadão cada vez mais ativo para que o país se torne mais eficiente, mais afetivo e menos desigual”, afirmou ele, que foi aplaudido de pé.

“Mas a gente não vai reduzir a desigualdade só conversando com brancos na avenida Brigadeiro Faria Lima (em São Paulo). Favela virou paisagem e não pode.”

Acompanhe tudo sobre:Ciro GomesEleiçõesFernando HaddadGoverno BolsonaroJair BolsonaroLuciano HuckLuiz Inácio Lula da SilvaRevista VEJA

Mais de Brasil

Câmara aprova projeto que cria cadastro nacional de condenados por violência contra a mulher

Comissão da Câmara aprova projeto de lei para incluir animais domésticos no Censo Demográfico

MPF busca solução para liberar 400 estrangeiros retidos no aeroporto de Guarulhos

Lula avaliará situação de Juscelino após viagem, diz Jaques Wagner

Mais na Exame