Brasil

Temer almoça com líderes aliados para discutir PEC do teto

O encontro foi uma prévia do jantar que Temer oferecerá a deputados da base aliada no qual fará um apelo para que a proposta seja aprovada


	Michel Temer: esforço para aprovação da PEC que limita os gastos públicos
 (Christopher Goodney/Bloomberg)

Michel Temer: esforço para aprovação da PEC que limita os gastos públicos (Christopher Goodney/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de outubro de 2016 às 18h14.

Brasília - O presidente Michel Temer participou hoje de um almoço com líderes da base aliada para discutir a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do teto dos gastos públicos. O encontro foi na casa do líder do PSD, Rogério Rosso (DF), e estavam presentes também o líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Segundo nota divulgada pela liderança do governo na Câmara, na reunião, o líder André Moura explicou ao presidente Michel Temer como a base aliada está convencida da necessidade do país em aprovar a PEC 241 nesta segunda-feira.

O encontro foi uma prévia do jantar que Temer oferecerá neste domingo a deputados da base aliada, no Palácio da Alvorada, no qual fará um apelo para que a proposta seja aprovada com muitos votos, mostrando a unidade dos aliados do governo no Congresso.

No jantar de hoje, os economistas José Márcio Camargo e Armando Castelar, ambos do Rio, farão, a convite do governo, uma exposição sobre a necessidade do ajuste nas contas públicas. A chamada "PEC do Teto" limita o aumento das despesas do governo, por 20 anos, à inflação oficial dos 12 meses anteriores.

Acompanhe tudo sobre:MDB – Movimento Democrático BrasileiroMichel TemerPEC do TetoPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileiros

Mais de Brasil

Manifestantes voltam à Avenida Paulista para ato contra o PL do Aborto

Greve nas universidades federais: o que reivindicam os professores e quais são as ofertas do governo

Enel confirma a Lula investimento de R$ 20 bi para acabar com apagões

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Mais na Exame