Acompanhe:

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai realizar sessões extraordinárias presenciais para julgar as primeiras três ações penais contra acusados de depredar as dependências das sedes dos Três Poderes durante os atos de 8 de janeiro.

A presidente da Corte, ministra Rosa Weber, marcou os julgamentos para os dias 13 e 14 de setembro, às 9h30. O colegiado ainda poderá usar as sessões ordinárias, realizadas à tarde, para seguir com a análise dos processos.

Fique por dentro das últimas notícias no Telegram da Exame. Inscreva-se gratuitamente

Serão julgados os réus Aécio Lúcio Costa Pereira, Thiago de Assis Mathar e Moacir José dos Santos. Eles são apontados como "executores" da depredação aos prédios do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional.

Aécio, Thiago e Moacir foram denunciados pelos crimes de prática de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado pela violência e grave ameaça, com emprego de substância inflamável, contra o patrimônio da União e com considerável prejuízo para a vítima e deterioração de patrimônio tombado.

Moacir Santos, por exemplo, é apontado como um dos "agentes que seguiram para o Palácio do Planalto, invadiram o prédio e quebraram vidros, depredaram cadeiras, painéis, mesas, obras de arte e móveis históricos, inclusive um relógio trazido ao Brasil por D. João VI em 1808, rasgaram uma tela de autoria de Di Cavalcanti, destruíram carpetes e outros bens, inclusive com emprego de substância inflamável".

Já Aécio Pereira, segundo a Procuradoria-Geral da República, invadiu o Congresso Nacional e "passou a quebrar vidraças, espelhos, portas de vidro, móveis, lixeiras, computadores, totens informativos, obras de arte, pórticos, câmeras de circuito fechado de TV, carpetes, equipamentos de segurança e um veículo Jeep Compass (...), acessando e depredando espaços da Chapelaria, do Salão Negro, das Cúpulas, do museu, móveis históricos e a queimar o tapete do salão verde da Câmara dos Deputados, empregando substância inflamável".

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
MPF anuncia força-tarefa com CGU e AGU para criar protocolo sobre acordos de leniência
Brasil

MPF anuncia força-tarefa com CGU e AGU para criar protocolo sobre acordos de leniência

Há 3 horas

STF retoma julgamento que pode retirar mandato de sete deputados; cinco ministros já votaram
Brasil

STF retoma julgamento que pode retirar mandato de sete deputados; cinco ministros já votaram

Há 4 horas

Com voto de Dino, STF mantém decisão que reverteu condenação de R$ 37,8 bi contra Petrobras
Brasil

Com voto de Dino, STF mantém decisão que reverteu condenação de R$ 37,8 bi contra Petrobras

Há 16 horas

Flávio Dino estreia em sessões de julgamento no STF nesta terça-feira
Brasil

Flávio Dino estreia em sessões de julgamento no STF nesta terça-feira

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais