Brasil

Rio de Janeiro tem sensação térmica recorde de 60,1ºC; previsão para domingo é de mais calor

Recorde anterior também tinha sido registrado em Guaratiba, sensação térmica de 59,7ºC, em 18 de novembro do ano passado

Rio de Janeiro: temperatura máxima na cidade, neste sábado, foi registrada em Irajá, na zona norte da capital fluminense: 40,3ºC (Getty Images/Getty Images)

Rio de Janeiro: temperatura máxima na cidade, neste sábado, foi registrada em Irajá, na zona norte da capital fluminense: 40,3ºC (Getty Images/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 16 de março de 2024 às 20h27.

Em meio à onda de calor no país, a sensação térmica no município do Rio de Janeiro superou 60ºC neste sábado, 16, maior resultado em pelo menos uma década, informou o Centro de Operações da Prefeitura carioca. A sensação térmica alcançou 60,1ºC às 10h20 da manhã na estação de monitoramento de Guaratiba, bairro da zona oeste da capital fluminense.

O resultado foi o maior já registrado desde que o Sistema Alerta Rio - órgão responsável pelo alerta de chuvas oficial da Prefeitura do Rio - começou a fazer as medições, em 2014. "A sensação térmica é um índice de calor calculado a partir dos dados de temperatura e umidade relativa do ar.

Quanto maior for a temperatura e a umidade relativa do ar, maior será a sensação térmica nesta região", explicou o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, em nota. O recorde anterior também tinha sido registrado em Guaratiba, sensação térmica de 59,7ºC, em 18 de novembro do ano passado.

Calor extremo

"A região de Guaratiba possui algumas características geográficas que favorecem a ocorrência de temperaturas e umidade relativa do ar elevadas, principalmente no período da manhã. Esta região é úmida, por conta da proximidade com o oceano, e costuma receber influência de ventos quentes de quadrante norte no período da manhã", justificou o centro de operações na nota.

A temperatura máxima na cidade, neste sábado, foi registrada em Irajá, na zona norte da capital fluminense: 40,3ºC. A previsão é de que o calor seja ainda mais intenso neste domingo, 17, com temperatura máxima de 42°C, novamente com sensação térmica acima dos 50°C.

"Para se proteger do calor intenso, basta seguir as recomendações da Secretaria Municipal de Saúde: manter-se bastante hidratado, evitar atividades ao ar livre entre 10h e 16h, utilizar protetor solar, usar roupas leves, entre outros", recomendou o órgão municipal.

Acompanhe tudo sobre:Estado do RioMudanças climáticasCaloronda de calor

Mais de Brasil

Tarcísio estima economia de R$ 1,7 bi por ano com auditoria de aposentadorias e prova de vida

Às vésperas de posse na Petrobras, Magda Chambriard já dá expediente na companhia

PF pede inquérito contra Chiquinho Brazão por suspeita de desvio de emendas parlamentares

Claudio Castro é absolvido após TRE-RJ formar maioria contra cassação

Mais na Exame