Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Reajuste do pedágio em SP: quanto fica a viagem para o Réveillon e as férias?

O aumento, que varia de 10,72% a 11,73%, foi aplicado em tarifas de 18 concessionárias com contratos mais antigos

Modo escuro

Prefeitura do Rio destrói pedágios da Linha Amarela, mas empresa ganha liminar (Tania Rego/Agência Brasil)

Prefeitura do Rio destrói pedágios da Linha Amarela, mas empresa ganha liminar (Tania Rego/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 16 de dezembro de 2022, 17h15.

Última atualização em 16 de dezembro de 2022, 17h27.

O reajuste acima de 10% nas tarifas de pedágio das principais rodovias do estado de São Paulo, em vigor desde zero hora desta sexta-feira, 16, trará impacto nas viagens para alguns dos principais destinos turísticos do fim de ano.

A reportagem simulou os melhores percursos, a partir da capital, para destinos muito procurados no litoral e no interior. O aumento, que varia de 10,72% a 11,73%, foi aplicado em tarifas de 18 concessionárias com contratos mais antigos.

Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia e acesse as notícias mais importantes do Brasil em tempo real.

Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela

Da capital a Caraguatatuba, no litoral norte, são 175 km e o motorista vai pagar cinco pedágios tanto na ida quanto na volta. Na Rodovia Ayrton Senna, o primeiro pedágio no km 33, em Itaquaquecetuba, custa R$ 4,70. O segundo, no km 58, em Guararema, sai a R$ 4,50, e o terceiro, no km 92, em São José dos Campos, é R$ 4,40.

Na Tamoios, tem um pedágio de R$ 4,90 no km 16, em Jambeiro, e outro de R$ 10,70 no km 59, em Paraibuna. A viagem de ida e volta vai custar R$ 58,40. Antes da alta, o gasto era de R$ 50,20. O mesmo roteiro vale para as praias de São Sebastião e Ilhabela, cidades vizinhas.

Ubatuba

Para Ubatuba, também no litoral norte, o motorista vai pegar a Ayrton Senna, pagando R$ 4,70 no pedágio do km 33, em Itaquaquecetuba, e R$ 4,50 no pedágio do km 58 em Guararema.

Já na Carvalho Pinto, ele desembolsará R$ 4,40 na praça de São José dos Campos (km 92) e R$ 4,50 na de Caçapava (km 114). Na rodovia Oswaldo Cruz, sequência da viagem, não tem pedágio. O custo de ida e volta sai a R$ 36,20.

Guarujá

O custo do pedágio para viagem de ida e volta ao Guarujá, a 96 km da capital e um dos destinos preferidos do paulistano, passa de R$ 44,40 para R$ 49,60.

Na descida pela Rodovia dos Imigrantes, o motorista vai pagar R$ 33,80 no km 32, praça de Piratininga. No retorno, ele desembolsará mais R$ 15,80 na praça de Santos, já na rodovia Cônego Domênico Rangoni. Não há cobrança nos dois sentidos.

Monguagá e Itanhaém

Quem optar pelas praias de Mongaguá, que fica mais ao sul, a 90 km da capital, vai pagar o pedágio da Imigrantes, no valor de R$ 33,80 para descer e, na volta, deixará mais R$ 9,20 no pedágio do km 280 da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em São Vicente.

O custo sobe de R$ 38,40 para R$ 43. Se o motorista optar por Itanhaém, a próxima cidade do litoral, vai rodar mais 20 km, sem alterar o valor do pedágio.

Olímpia

Já no interior, um dos destinos mais procurados nesta época do ano é Olímpia, conhecida como a cidade das águas termais, a 429 km de São Paulo.

O motorista vai pagar pedágios mais caros na Bandeirantes, em Caieiras (R$ 11,80), Itupeva (R$ 11,20), Sumaré (R$ 10,40) e Limeira (R$ 7,80). Seguindo viagem pela Rodovia Washington Luís, os desembolsos serão de R$ 9,80 no pedágio de Rio Claro e de R$ 5,90 no de Itirapina (esses dois, da concessionária Eixo, não entraram no novo reajuste), e R$ 20,70 no de Araraquara.

Já na Brigadeiro Faria Lima, os novos valores são de R$ 10,20 em Dobrada e R$ 9,80 em Taiúva. Com o reajuste em sete dos nove pedágios, o custo do pedágio em viagem de ida e volta passou de R$ 180,40 para R$ 195,20.

Presidente Epitácio

Para ir à cidade turística de Presidente Epitácio, às margens do lago formado pelo represamento do Rio Paraná, no extremo oeste do Estado, a 643 km de capital, usando apenas rodovias de pista dupla, o custo do pedágio é ainda maior.

São 14 praças, apenas duas com pagamento unidirecional (paga só na ida ou na volta). O percurso começa pela Rodovia Castelo Branco, com pedágios em Barueri (R$ 5,40), Itapevi (R$ 10,80), Boituva (R$ 12), Quadra (R$16,80), Itatinga (R$ 16,80) e Iaras (R$ 11,30).

Já na João Cabral Rennó, o viajante paga R$ 8,70 no pedágio de Santa Cruz do Rio Pardo e R$ 9,10 no de Ourinhos.

Pegando a Raposo Tavares, tem pedágios em Palmital (R$ 10,80), Assis (R$ 11,20), Rancharia (R$ 9,10), Regente Feijó (R$ 9,20), Presidente Bernardes (R$ 12,10) e Caiuá (R$ 9,00). Só a ida fica em R$ 152,30. Na volta, pagando o pedágio de Itu e sem pagar o de Itapevi, são mais R$ 155,40, totalizando o custo de pedágio da viagem em R$ 307,70.

LEIA TAMBÉM:

Últimas Notícias

ver mais
Justiça manda notificar Bolsonaro sobre multa de R$ 376 mil por falta de máscara em ato
Brasil

Justiça manda notificar Bolsonaro sobre multa de R$ 376 mil por falta de máscara em ato

Há 3 horas
CGU vê 'pagamento indevido' de quase R$ 2 bi em auxílios taxista e caminhoneiro
Brasil

CGU vê 'pagamento indevido' de quase R$ 2 bi em auxílios taxista e caminhoneiro

Há 4 horas
Acordo Mercosul-União Europeia não será assinado sem ajuste, diz Lula
Brasil

Acordo Mercosul-União Europeia não será assinado sem ajuste, diz Lula

Há 20 horas
Como a Galera.bet quer liderar setor de apostas e abrir capital no Brasil
Brasil

Como a Galera.bet quer liderar setor de apostas e abrir capital no Brasil

Há 20 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais