Acompanhe:

Problema não é política de preços, é o monopólio, diz Flávio Rocha

Em outras entrevistas, presidenciável já havia feito críticas ao modelo de gestão da Petrobras, afirmando que a privatização da empresa seria a solução

Modo escuro

Continua após a publicidade
Flávio Rocha: "Gabrielli e Graça Foster usaram a Petrobras para conter a inflação e quase quebraram a empresa" (Rodrigo Capote/Bloomberg)

Flávio Rocha: "Gabrielli e Graça Foster usaram a Petrobras para conter a inflação e quase quebraram a empresa" (Rodrigo Capote/Bloomberg)

B
Bruno Caniato, especial para a AE

Publicado em 1 de junho de 2018 às, 19h07.

Última atualização em 1 de junho de 2018 às, 19h08.

São Paulo - Em sua conta no Twitter, o pré-candidato à Presidência Flávio Rocha (PRB) criticou as gestões dos últimos três presidentes da Petrobras, incluindo Pedro Parente, que pediu demissão do cargo nesta sexta-feira, 1º.

"Gabrielli e Graça Foster usaram a Petrobras para conter a inflação e quase quebraram a empresa. Parente repassou o alto custo da ineficiência e gerou a revolta dos caminhoneiros", declarou Rocha. "O problema não é a política de preços, é o monopólio", concluiu.

Em outras entrevistas, Rocha já havia feito críticas ao modelo de gestão da Petrobras, afirmando que a privatização da empresa seria a solução para as recentes crises da petrolífera.

Últimas Notícias

Ver mais
Depois do Paraná, Petrobras entra com diesel renovável em SP
ESG

Depois do Paraná, Petrobras entra com diesel renovável em SP

Há 12 horas

Frente parlamentar negocia piso de 15% na mistura obrigatória de biodiesel ao diesel
ESG

Frente parlamentar negocia piso de 15% na mistura obrigatória de biodiesel ao diesel

Há um dia

Petrobras (PETR4) perde quase R$ 40 bi em valor de mercado após Prates citar cautela com dividendos
seloMercados

Petrobras (PETR4) perde quase R$ 40 bi em valor de mercado após Prates citar cautela com dividendos

Há um dia

Com voto de Dino, STF mantém decisão que reverteu condenação de R$ 37,8 bi contra Petrobras
Brasil

Com voto de Dino, STF mantém decisão que reverteu condenação de R$ 37,8 bi contra Petrobras

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais