Brasil

Presidente do STF diz que momento é de união e defende pacto nacional

Toffoli disse que é na pluralidade, na diversidade e no respeito às diferenças que se constrói uma nação

. (Carlos Humberto/SCO/STF/VEJA)

. (Carlos Humberto/SCO/STF/VEJA)

R

Reuters

Publicado em 28 de outubro de 2018 às 21h10.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, fez um apelo neste domingo à união, afirmou que é preciso combater qualquer forma de intolerância e defendeu que é chegada a hora de os Poderes da República e a sociedade civil celebrarem um grande pacto nacional pelas reformas que o país necessita.

Em entrevista coletiva no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente da República na disputa mais polarizada em décadas, Toffoli fez também uma defesa à imprensa livre, afirmando que atacar a imprensa e o Judiciário é atacar a própria democracia.

O presidente do STF disse que é na pluralidade, na diversidade e no respeito às diferenças que se constrói uma nação.

(Reportagem de Mateus Maia)

Acompanhe tudo sobre:EleiçõesEleições 2018José Antonio Dias Toffoli

Mais de Brasil

Adaptação das cidades à crise climática exige mudança de paradigma, dizem especialistas

Bairros, empreendimentos e cidades inteligentes

Enchentes no RS: mais de 76 mil pessoas estão em abrigos; 155 mortes e 94 desaparecidos

Presidente da Anatel defende que órgão regule as plataformas digitais

Mais na Exame