Prefeitura do Rio vai adquirir contêineres frigoríficos para hospitais

Equipamentos serão colocados em quatro unidades de saúde da capital que cuidam de pacientes com coronavírus

A Prefeitura do Rio de Janeiro irá adquirir, de forma emergencial, contêineres frigoríficos para armazenamento de corpos em hospitais da rede pública. Os equipamentos serão colocados em quatro unidades de saúde da capital que cuidam de pacientes com covid-19. O governo municipal anunciou ainda a aquisição, também em caráter emergencial, de equipamentos médicos para auxiliar no enfrentamento ao novo coronavírus.

O anúncio foi feito na edição desta segunda-feira, 18, do Diário Oficial. A Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro informou que realizará procedimento de cotação destinado "a aquisição emergencial de contêineres frigoríficos que serão empregados em armazenamento de cadáveres e contêineres tipo depósito para armazenamento de rouparia, para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, nas Unidades de Saúde Hospital de Campanha, Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, Hospital Municipal Rocha Faria e Centro de Emergência Regional do Leblon- CER Leblon".

Principal foco de contaminação pelo coronavírus no Estado, a cidade do Rio tinha até esse domingo (17) 12.921 casos confirmados de covid-19, com 1.841 mortes registradas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também