PDT fecha aliança com França em SP e pede vaga de vice ou Senado

Segundo o presidente do partido, Carlos Lupi, a ideia é receber, em troca, uma vaga na chapa majoritária de França

São Paulo - O PDT vai anunciar, em convenção estadual realizada nesta quinta-feira, o apoio à pré-candidatura do governador Márcio França (PSB) ao governo de São Paulo. Segundo o presidente do partido, Carlos Lupi, a ideia é receber, em troca, uma vaga na chapa majoritária de França, seja a de vice ou uma das vagas ao Senado.

Questionado se isso implica que França dará palanque para Ciro Gomes e também para o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), Lupi disse entender que não. "O Alckmin virou 'Doria-dependente' aqui em São Paulo e colocou o França em segundo plano. Então tenho esperança que ele se convença que o palanque dele é o do Ciro."

PSB

Questionado sobre as negociações com o partido, Lupi disse que já há acordos em oito Estados e que aguarda a definição oficial da sigla. "Não percebo resistência a Ciro no PSB. Se estivermos em tantos palanques juntos, esses candidatos vão participar do palanque de quem? Dos adversários?", questionou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.