Brasil

Para Gleisi, nova 'CPMF' é positiva, mas como está proposto é 'bomba'

Imposto sobre movimentação financeira é positivo. Arrecada e fiscaliza, disse a senadora

Gleisi Hoffmann: do jeito proposto é bomba, disse a petista (Agência Senado/Reprodução)

Gleisi Hoffmann: do jeito proposto é bomba, disse a petista (Agência Senado/Reprodução)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 2 de novembro de 2018 às 14h19.

São Paulo - A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), disse, na tarde desta sexta-feira, que a adoção de um imposto sobre movimentação financeira é positiva. "Imposto sobre movimentação financeira é positivo. Arrecada e fiscaliza", afirmou na publicação no Twitter.

Gleisi também se referiu ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que negou informações a respeito do retorno da CPMF. "Mas o eleito negou a intenção durante a campanha. Agora cheira estelionato. Além disso, tinha de ter faixa de isenção (até 5 mínimos) e alíquota progressiva. Do jeito proposto é bomba", argumentou.

Acompanhe tudo sobre:CPMFGleisi HoffmannPT – Partido dos Trabalhadores

Mais de Brasil

Palestino detido no Aeroporto de Guarulhos será deportado para o Catar

Mato Grosso do Sul decreta estado de emergência por causa de incêndios no Pantanal

Prefeitura de Porto Alegre volta a fechar comportas do Guaíba para evitar que água entre na cidade

Incêndio no Pantanal: seca e crimes agravam incêndios com mais de 9 mil focos em 12 meses

Mais na Exame