Acompanhe:

ONU lança campanha por respeito com homossexuais no Brasil

A iniciativa foi lançada mundialmente em julho e aterrissa agora no país

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Homem segura bandeira gay: segundo estudo, uma pessoa morre por dia por causa de homofobia
 (David McNew/Getty Images)

Homem segura bandeira gay: segundo estudo, uma pessoa morre por dia por causa de homofobia (David McNew/Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 28 de abril de 2014 às, 22h34.

São Paulo - A ONU lançou nesta segunda-feira em São Paulo uma campanha para incentivar a igualdade e os direitos dos homossexuais diante dos "alarmantes" índices de violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

De acordo com o diretor de informação da ONU no Brasil, Giancarlo Soma, uma pessoa morre por dia por causa de homofobia.

"As atitudes homofóbicas ainda estão por todo o planeta, o coletivo LGBT ainda sofre discriminação diária na rua, no trabalho, em pleno século XXI", afirmou Soma durante o lançamento da campanha "Livres e Iguais".

A iniciativa, criada pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos junto com a Fundação Purpose, foi lançada mundialmente em julho e aterrissa agora no Brasil com o objetivo de "garantir mais atenção e mais respeito aos direitos dos grupos LGBT".

Segundo relatório divulgado no início deste ano pelo Grupo Gay da Bahia, 312 homossexuais foram assassinados no Brasil em 2013, o que representa uma morte a cada 28 horas.

"Os estados têm a obrigação jurídica de promover o respeito às pessoas do LGBT", disse durante a apresentação da campanha o representante adjunto do alto comissário da ONU no Brasil, Humberto Henderson.

O presidente do Desfile do Orgulho Gay de São Paulo, Fernando Quaresma, reconheceu a importância do apoio da ONU para avançar na luta contra a homofobia.

"É muito importante ter o apoio da ONU, embora seja tarde, para tratar o tema da campanha em países que não possuem leis contra a homofobia e condenam à morte os LGBT", comentou Quaresma.

Últimas Notícias

Ver mais
Suspeito de tentar invadir Alvorada com carro é detido, diz Polícia Federal
Brasil

Suspeito de tentar invadir Alvorada com carro é detido, diz Polícia Federal

Há 11 horas

Polícia oferece recompensa de até R$30 mil por informações sobre fugitivos de presídio de Mossoró
Brasil

Polícia oferece recompensa de até R$30 mil por informações sobre fugitivos de presídio de Mossoró

Há 11 horas

"Dia D": Governo de SP faz mobilização contra dengue, zika vírus e chikungunya
Brasil

"Dia D": Governo de SP faz mobilização contra dengue, zika vírus e chikungunya

Há 12 horas

PGR defende que suposto espião russo continue preso no Brasil
Brasil

PGR defende que suposto espião russo continue preso no Brasil

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais