Ocupação de leitos de UTI chega a 100% em Natal

Dez pacientes estão em estado grave da covid-19, mas não conseguem vagas em leito de UTI ou semi-intensivo em Natal e Mossoró

Com 1.930 casos do novo coronavírus confirmados e 90 mortes, o Rio Grande do Norte está com ocupação máxima dos leitos públicos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes graves com covid-19 nas duas principais cidades, Natal e Mossoró. A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo secretário adjunto da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Petrônio Spinelli.

Segundo ele, dez pacientes estão em estado grave da doença, mas não conseguem vagas em leito de UTI ou semi-intensivo. Destes, dois foram considerados com quadro de saúde "muito grave". "Esses dez casos precisavam estar em hospitais, em UTIs ou leito semicrítico", disse. Hoje, esses pacientes estão em leitos de estabilização (com respirador mecânico) em unidades municipais. Por isso, o secretário adjunto justificou que o Rio Grande do Norte não está em colapso, mas em um estado de "superlotação".

"A diferença é que o colapso representa o momento a partir do qual os pacientes vão chegar em pronto-socorro e hospitais e não vai haver respiradores para atendê-los", afirmou Spinelli. Em Natal, todos os leitos com respiradores mecânicos de hospitais estaduais estão ocupados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.