Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Nomeação de Regina Duarte deve ser anunciada semana que vem, diz Bolsonaro

Atriz deve assumir Secretaria de Cultura no lugar de Roberto Alvim, demitido do governo após fazer referência a discurso nazista
Regina Duarte e Jair Bolsonaro: atriz ainda não deu uma resposta definitiva sobre se aceita ou não o convite de Bolsonaro (Palácio do Planalto/Divulgação)
Regina Duarte e Jair Bolsonaro: atriz ainda não deu uma resposta definitiva sobre se aceita ou não o convite de Bolsonaro (Palácio do Planalto/Divulgação)
R
Reuters

Publicado em 23/01/2020 às 11:01.

Última atualização em 23/01/2020 às 11:02.

Brasília — O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que a decisão definitiva sobre Regina Duarte assumir ou não a Secretaria Nacional de Cultura deverá ser tomada na volta na sua viagem à Índia, na próxima semana.

Ao deixar o Palácio da Alvorada para embarcar para a Índia, Bolsonaro afirmou que Regina está "cheia de vontade" e "perfeitamente adaptada".

"Tenho conversado com ela, dando dicas para ela como deve formar o perfil do seu secretariado. Acho que esse casamento vai dar o que falar. Mas é agora? Não. Talvez na volta a gente acerte. Ela merece realmente quase que uma festa por ocasião da assinatura dela, da posse", disse.

Regina Duarte chegou no início da tarde de quarta-feira a Brasília. Almoçou com Bolsonaro, teve reuniões no Planalto com os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio - para quem responderá caso aceite o cargo.

Regina também teve reuniões na Secretaria de Cultura, à tarde. Nesta quinta-feira, segundo a assessoria da pasta, Regina passará também o dia em Brasília em reuniões para "ampliar o entendimento sobre a pasta", acompanhada do ministro do Turismo.

A atriz ainda não deu uma resposta definitiva sobre se aceita ou não o convite de Bolsonaro, o que só deve acontecer depois da volta do presidente ao Brasil.