Acompanhe:

Nenhuma obra é mais fiscalizada que as da Copa, diz ministro

"Em alguns estádios, chega-se a se ter a presença de até 11 órgãos de controle acompanhando essas obras", disse Aldo Rebelo

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Estádio Mané Garrincha: TCDF divulgou relatório no qual aponta que o valor total das obras de infraestrutura e serviços do Mané Garrincha e entorno para a Copa pode passar de R$ 1,9 bilhão
 (Mateus Baeta/ Portal da Copa)

Estádio Mané Garrincha: TCDF divulgou relatório no qual aponta que o valor total das obras de infraestrutura e serviços do Mané Garrincha e entorno para a Copa pode passar de R$ 1,9 bilhão (Mateus Baeta/ Portal da Copa)

A
Ana Cristina Campos

Publicado em 1 de abril de 2014 às, 13h59.

Brasília - Perguntado sobre o último relatório do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) que apontou superfaturamento das obras no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha de mais de R$ 431 milhões, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse hoje (1º) que “no Brasil, não há nenhuma obra mais fiscalizada e mais acompanhada do que as obras da Copa”.

“O governo do Distrito Federal já respondeu a isso [suspeita de superfaturamento da obra]. Nenhuma obra tem um ministro do Tribunal de Contas que cuide exclusivamente dessas obras e a Copa do Mundo tem. Em alguns estádios, chega-se a se ter a presença de até 11 órgãos de controle acompanhando essas obras. É natural que quando algum ou alguns desses órgãos apontem alguma irregularidade, que elas sejam apuradas e esclarecidas”, disse Rebelo, ao participar da abertura da reunião de planejamento operacional para a Copa do Mundo em Brasília.

O TCDF divulgou relatório no qual aponta que o valor total das obras de infraestrutura e serviços do Mané Garrincha e entorno para a Copa pode passar de R$ 1,9 bilhão. O governo do Distrito Federal nega irregularidades ou superfaturamento na obra do estádio e diz que esse é um relatório preliminar, usual nos procedimentos do TCDF, que lista itens pontuais para esclarecimentos.

O GDF diz ainda que o investimento total no Mané Garrincha alcança R$ 1,4 bilhão, valor que ainda pode ser reduzido para R$ 1,2 bilhão em virtude da previsão de abatimento de créditos do Regime Especial de Tributação para Construção, Ampliação, Reforma ou Modernização dos Estádios de Futebol (Recopa).

Sobre a suspeita de superfaturamento no Mané Garrincha, o secretário extraordinário da Copa, Cláudio Monteiro, disse que é “uma suspeita inexistente”. “O Tribunal de Contas tem um escritório permanentemente dentro do estádio, acompanhou dia a dia cada andamento dessa obra. É a turma do fura-bolo, que quer estragar a festa. Vamos responder ao levantamento com toda a serenidade”, disse.

A 72 dias do início da Copa, representantes dos governos federal e do Distrito Federal estão reunidos hoje no estádio para discutir medidas nas áreas de transporte e mobilidade urbana, aeroportos, segurança pública, demanda de ingressos, telecomunicações, acomodações e receptivo turístico, saúde, vigilância sanitária e energia, consideradas cruciais na preparação do megaevento.

O estádio vai receber sete jogos da Copa, número máximo permitido pela Federação Internacional de Futebol na competição. O Mané Garrincha vai sediar um evento-teste antes da Copa com a partida Goiás e Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 18 de maio.

Últimas Notícias

Ver mais
Parlamentares pedem derrubada de MP que reonera folha de pagamento de 17 setores
Brasil

Parlamentares pedem derrubada de MP que reonera folha de pagamento de 17 setores

Há 3 horas

Dengue: governador do Rio decreta epidemia após 4 mortes e 49 mil casos notificados no estado
Brasil

Dengue: governador do Rio decreta epidemia após 4 mortes e 49 mil casos notificados no estado

Há 3 horas

'Inação implica em perda de vidas inocentes', diz Mauro Vieira em discurso de abertura do G20
Brasil

'Inação implica em perda de vidas inocentes', diz Mauro Vieira em discurso de abertura do G20

Há 3 horas

Governo quer usar Bolsa Família e Luz para todos como 'vitrine' das propostas do G20
Brasil

Governo quer usar Bolsa Família e Luz para todos como 'vitrine' das propostas do G20

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais