Acompanhe:

Ministro dos Transportes afirma que permanece no cargo

Antes de assumir o ministério em janeiro de 2015 - no começo do segundo mandato de Dilma - Rodrigues (PR-SP) ocupou uma cadeira do Senado entre 2012 e 2014

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Antonio Carlos Rodrigues: "O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, reafirma seu compromisso com o Governo da presidenta Dilma Rousseff "
 (André Corrêa/ Agência Senado/Agência Senado)

Antonio Carlos Rodrigues: "O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, reafirma seu compromisso com o Governo da presidenta Dilma Rousseff " (André Corrêa/ Agência Senado/Agência Senado)

E
Eduardo Rodrigues

Publicado em 20 de abril de 2016 às, 18h12.

Brasília - Em meio à debandada de ministros do governo após a aprovação pela Câmara dos Deputados da admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o titular dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, emitiu nota na tarde desta quarta-feira, 20, garantindo que continua no cargo.

"O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, reafirma seu compromisso com o Governo da presidenta Dilma Rousseff e esclarece que só deixará a Pasta quando a própria Presidenta assim decidir", diz o curto comunicado.

Antes de assumir o ministério em janeiro de 2015 - no começo do segundo mandato de Dilma - Rodrigues (PR-SP) ocupou uma cadeira do Senado entre 2012 e 2014 por ser suplente da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), que comandava no período o Ministério da Cultura.

Mais cedo, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), entregou o cargo a Dilma e declarou que só voltará ao Senado após a votação da admissibilidade do impeachment na Casa, prevista para o dia 10 de maio.

Há ainda a expectativa de que o ministro da Secretaria de Portos (SEP), Helder Barbalho, também deixe a pasta. Barbalho (PMDB-PA) não tem cargo no legislativo.

Últimas Notícias

Ver mais
Ministério dos Transportes libera repactuação de 8 concessões; falta análise da ANTT e do TCU
Brasil

Ministério dos Transportes libera repactuação de 8 concessões; falta análise da ANTT e do TCU

Há uma semana

Governo espera investimentos de R$ 100 bilhões com contratos de concessão, diz Renan Filho
Brasil

Governo espera investimentos de R$ 100 bilhões com contratos de concessão, diz Renan Filho

Há 3 semanas

Número de pontos críticos em estradas cresce mais de 10 vezes desde 2013, diz CNT
Brasil

Número de pontos críticos em estradas cresce mais de 10 vezes desde 2013, diz CNT

Há 2 meses

Congresso dos EUA aprova abertura de processo de impeachment contra Biden
Mundo

Congresso dos EUA aprova abertura de processo de impeachment contra Biden

Há 3 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais