Acompanhe:

O Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO), comandado por Simone Tebet, publicou nesta quarta-feira o edital de concurso público para analistas, com 100 vagas.

A remuneração inicial é de R$ 20,9 mil e pode chegar a R$ 29,8 mil ao fim da carreira. Os profissionais atuarão em Brasília (DF).

É o primeiro concurso para o cargo de analista de Planejamento e Orçamento desde 2015. As inscrições serão abertas em 31 de janeiro e encerram em 21 de fevereiro.

Segundo o MPO, todas as capitais do país - de forma inédita para esse concurso - receberão as provas, o procedimento de heteroidentificação para vagas reservadas a candidatos negros e a avaliação biopsicossocial para vagas reservadas a pessoas com deficiência.

Provas

Haverá a prova objetiva, prevista para o dia 28 de abril. Os candidatos aprovados serão convocados para provas discursivas no dia 09 de junho. Após isso, para os classificados, ocorrerá a avaliação de títulos dos candidatos, ou seja, a comprovação de diplomas, certificações e registros da formação.

Curso preparatório

O curso de formação, para a ocupação do cargo, tem previsão de início no segundo semestre de 2024.

Reserva de vagas

Do total, 5% estão reservadas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos negros.

Divisão

As vagas estão divididas em dois grupos: a área geral e especialidades em Tecnologia da Informação e Desenvolvimento Institucional. Veja:

  • Cargo 1: Geral: 65 vagas;
  • Cargo 2: Desenvolvimento Institucional: 5 vagas;
  • Cargo 3: Governança e Gestão de Projetos de TI: 6 vagas;
  • Cargo 4: Desenvolvimento de Sistemas Orçamentários: 13 vagas;
  • Cargo 5: Gestão de Infraestrutura de TI: 2 vagas;
  • Cargo 6: Gestão de Dados Orçamentários: 5 vagas;
  • Cargo 7: Gestão de Contratos de TI: 2 vagas;
  • Cargo 8: Gestão da Segurança da Informação Orçamentária: 2 vagas

Banca

A banca contratada para organizar o processo seletivo é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe)

‘Enem dos concursos’

O MPO optou pela não aderência ao Concurso Nacional Unificado, que vai realizar provas simultâneas em 220 cidades. O Banco Central do Brasil, no cargo de analista, também continuou com processo seletivo separado.

Os 21 órgãos que aderiram ao chamado “Enem dos concursos” vão selecionar 5,9 mil candidatos com nível superior e 692 de nível médio. Há salários de até, aproximadamente, R$ 23 mil.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Concurso da Caixa: prazo para pagamento de inscrição termina nesta sexta-feira
seloCarreira

Concurso da Caixa: prazo para pagamento de inscrição termina nesta sexta-feira

Há 2 dias

Um mês para o Concurso Público Nacional: veja os horários das provas que estão em dois turnos
seloCarreira

Um mês para o Concurso Público Nacional: veja os horários das provas que estão em dois turnos

Há 2 dias

A decisão de carreira mais inteligente a ser tomada aos 20 anos, segundo CEO
seloCarreira

A decisão de carreira mais inteligente a ser tomada aos 20 anos, segundo CEO

Há 2 dias

Concurso Nacional Unificado elege mais 8 cidades para aplicar as provas; veja quais são
seloCarreira

Concurso Nacional Unificado elege mais 8 cidades para aplicar as provas; veja quais são

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais