A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Mineradora diz que evacuação em Itatiaiuçu foi medida de precaução

Cerca de 200 pessoas foram retiradas das residências à 1h desta sexta-feira após sirene de barragem tocar

A ArcelorMittal Mineração informou hoje (8) que a evacuação de uma comunidade próximo à barragem de rejeitos Serra Azul, em Itatiaiuçu (MG), foi feita como medida de precaução. Cerca de 200 pessoas foram retiradas do local. A ação, segundo a empresa, decorre de “inspeção e auditoria minuciosas” da barragem, realizadas após recentes incidentes no setor de mineração no Brasil.

“Empregando uma metodologia mais conservadora, a auditoria independente responsável pela declaração de estabilidade revisou o último relatório e adotou para a barragem um fator de segurança mais restritivo”, informou a ArcelorMittal, por meio de nota. A avaliação, segundo a mineradora, incluiu testes de stress feitos na barragem a partir de dados e aprendizado decorrentes dos eventos na barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

Ainda de acordo com o comunicado, com base na variação do fator de segurança, a decisão tomada foi de retirar todos os moradores para que testes adicionais sejam realizados e medidas de mitigação sejam implementadas. O trajeto a ser seguido pelo fluxo em caso de colapso da barragem, avaliado quando a barragem estava ativa, era de aproximadamente de 4 a 5 quilômetros (km).

“Esta é uma medida puramente de precaução, visto que a comunidade se situa a 5 km de distância da barragem. A empresa concluiu que não se pode correr absolutamente nenhum risco, e que, apesar do transtorno para a comunidade, esta é a decisão correta.”

A comunidade está sendo transferida para acomodações temporárias. Os moradores, segundo a mineradora, devem permanecer acomodados neste novo local enquanto testes adicionais estão em andamento e até que a segurança da barragem de rejeitos possa ser "100% garantida".

A mina de Serra Azul produz 1,2 milhão de toneladas de concentrado e minério granulado. A barragem de rejeitos, do tipo à montante, está desativada, de acordo com a ArcelorMittal, desde outubro de 2012. É a única do tipo à montante – mesmo modelo da que se rompeu em Brumadinho – dentre as barragens da empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também