Acompanhe:

Marcos do Val muda de versão e diz que não vai renunciar após ligação com Bolsonaros

O senador, que anunciou em rede social na madrugada que iria renunciar ao mandato, mudou de ideia. Disse que Eduardo e Flávio Bolsonaro e outros políticos o convenceram a não abandonar a cadeira

Modo escuro

Continua após a publicidade
Marco do Val: para o senador, o plano, na verdade, foi do ex-deputado Daniel Silveira (Waldemir Barreto/Agência Senado/Flickr)

Marco do Val: para o senador, o plano, na verdade, foi do ex-deputado Daniel Silveira (Waldemir Barreto/Agência Senado/Flickr)

A
Agência O Globo

Publicado em 2 de fevereiro de 2023 às, 13h46.

Última atualização em 6 de fevereiro de 2023 às, 20h27.

Depois de receber ligações do deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o senador Marcos Do Val (Podemos-ES) mudou sua versão sobre a denúncia de que teria sido montando uma operação para barrar a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva a mando do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Ao falar em seu gabinete, Do Val agora diz que o plano, na verdade, foi do ex-deputado Daniel Silveira, que foi preso nesta quinta-feira por ordem do Supremo Tribunal Federal por violação de decisão judicial.

O senador, que anunciara em rede social na madrugada que iria renunciar ao mandato, também mudou de ideia. Disse que Eduardo e Flávio Bolsonaro e outros políticos com quem conversou o convenceram a não abandonar a cadeira de senador.

Na versão original, detalhada pela revista Veja, Do Val teria recebido de Bolsonaro numa reunião no Palácio da Alvorada proposta para gravar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Alexandre de Moraes. A ideia seria obter uma declaração comprometedora que pudesse resultar na desmoralização de Moraes e até mesmo sua prisão e impedindo a diplomação de Lula como presidente no TSE.

Na nova versão apresentada por Do Val, a ideia não partiu de Bolsonaro, mas de Daniel Silveira, mas foi apresentada na frente do ex-presidente em reunião no Alvorada. Coincidentemente, a nova declaração coincide com declarações feitas hoje no Senado por Flávio Bolsonaro que disse não ter visto crime algum no caso e que tudo não passou de ideia de Daniel Silveira.

"O que ficou claro para mim foi o Daniel achando uma forma de não ser preso de novo, porque toda hora ele descumpria as ordens do ministro (Moraes). Ficou muito claro que ele estava num movimento de manipular e ter o presidente (Bolsonaro) comprando a ideia dele", afirmou Do Val em entrevista coletiva em seu gabinete no Senado.

Últimas Notícias

Ver mais
Sessão temática para debater anteprojeto do novo Código Civil tem data marcada no Senado
Brasil

Sessão temática para debater anteprojeto do novo Código Civil tem data marcada no Senado

Há 4 dias

Pacheco pode pautar marco do mercado de carbono neste mês, diz Padilha
ESG

Pacheco pode pautar marco do mercado de carbono neste mês, diz Padilha

Há 5 dias

Pacheco pede inclusão de infraestrutura em PL de dívida dos estados
Brasil

Pacheco pede inclusão de infraestrutura em PL de dívida dos estados

Há 5 dias

CCJ do Senado aprova, em votação simbólica, texto-base de projeto de lei dos seguros
Brasil

CCJ do Senado aprova, em votação simbólica, texto-base de projeto de lei dos seguros

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais