Acompanhe:

A seis meses das eleições municipais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarca no Rio nesta terça-feira para mais uma onda de agendas com o objetivo de prestigiar aliados em estados estratégicos pelo Brasil. Na capital fluminense, o PT tenta emplacar um nome para vice na chapa do prefeito Eduardo Paes (PSD), que tenta a reeleição. Durante a semana, ele ainda vai ao Ceará e a Pernambuco.

Na última semana, o PT nacional definiu que o presidente vai atuar de forma mais direta nas disputas do Rio e de Recife. Na capital pernambucana, o partido tenta, apesar das dificuldades, ter a vice do prefeito João Campos (PSB), que tentará novo mandato. Tanto Campos quanto Paes têm proximidade com Lula e já participaram de reuniões com ele nos últimos meses.

Paes demonstra preferência por um nome mais ligado a ele, como o deputado federal Pedro Paulo (PSD), com a formação de uma chapa “puro-sangue”. Também mantém como plano B outros quadros do PSD que integram a prefeitura.

No Rio, o presidente participará da filiação da ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, ao PT, durante evento partidário no Circo Voador, na Lapa. A ministra, irmã da vereadora Marielle Franco (PSOL), morta em 2018, é vista pelo partido como um quadro importante para 2026, sendo cotada para concorrer ao Senado ou ser puxadora de voto para a Câmara.

Inaugurações no Rio

Lula também inaugura no Rio o IMPA Tech, a primeira graduação em Matemática do Instituto de Matemática Pura e Aplicada. Também hoje, o presidente participa do anúncio do início das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, na Baía de Guanabara, que facilitará o acesso para o Porto de Niterói, cidade da Região Metropolitana governada pelo aliado Axel Grael (PDT).

Na eleição de 2022, Niterói foi o único município da Região Metropolitana em que o petista derrotou o então presidente Jair Bolsonaro (PL). E o fez nos dois turnos. Por lá, o candidato do PDT na disputa municipal deste ano será o ex-prefeito Rodrigo Neves, também apoiado pelo PT. Grael abriu mão de concorrer à reeleição.

Em Pernambuco, na próxima quinta-feira, Lula será acompanhado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, pela governadora Raquel Lyra (PSDB) e por aliados em uma agenda no interior do estado, no município de Arcoverde. Será inaugurada uma Unidade Elevatória da Adutora do Agreste, ramal que leva água da transposição do Rio São Francisco para cidades do Agreste pernambucano.

No mesmo dia, Lula participa da inauguração de uma nova fábrica para produção de medicamentos da Hemobrás em outro município de Pernambuco, Goiana.

Na capital pernambucana, há uma disputa no PT entre o deputado federal Carlos Veras e o ex-vereador Mozart Sales pela tentativa de indicação para a vice de João Campos. No entanto, como o atual prefeito é favorito na disputa, o ambiente é considerado pouco propício a cessões.

Assim como Paes, Campos é cotado para deixar o mandato no meio, caso reeleito, para concorrer ao governo do estado em 2026, o que faz o posto de vice ser cobiçado pelo PT, já que ganharia a prefeitura daqui a dois anos. No atual mandato, a vice é Isabella de Roldão (PDT).

O presidente encerrará o roteiro de viagens da semana na sexta-feira, em Igatu, no Ceará, onde acompanhará o governador Elmano de Freitas (PT) em visita a obras da Ferrovia Transnordestina. Ao lado do líder petista, estarão dois pré-candidatos do partido à prefeitura de Fortaleza: Evandro Leitão e Luizianne Lins. O nome de quem representará a sigla na capital cearense ainda está indefinido.

Outros conflitos

O PT também pretende resolver impasses em Curitiba, onde se divide entre ter candidatura própria e apoiar Luciano Ducci (PSB), e em João Pessoa, capital em que a sigla também avalia lançar um nome, mas uma ala quer apoiar o prefeito Cícero Lucena (PP).

Na capital paranaense, a presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), deseja apoiar o candidato do PSB, mas os deputados petistas Zeca Dirceu e Carol Dartora querem candidatura própria. Em João Pessoa há dúvida sobre apoiar a deputada estadual Cida Ramos (PT) ou o atual prefeito. Lucena é aliado do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), político do Centrão próximo do governo Lula.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Volta do DPVAT: Senado pode votar projeto sobre seguro obrigatório para veículos na semana que vem
Brasil

Volta do DPVAT: Senado pode votar projeto sobre seguro obrigatório para veículos na semana que vem

Há 3 horas

Petrobras vai apresentar ao governo proposta de apoio à indústria naval, diz Prates
Economia

Petrobras vai apresentar ao governo proposta de apoio à indústria naval, diz Prates

Há 5 horas

FMI piora projeção fiscal para o Brasil este ano
Economia

FMI piora projeção fiscal para o Brasil este ano

Há 10 horas

Lula promete apoio à inclusão da Colômbia no Brics após revés com a Argentina
Mundo

Lula promete apoio à inclusão da Colômbia no Brics após revés com a Argentina

Há 10 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais