Brasil

Juíza solta diretor da Dersa

Pedro Paulo Dantas Amaral foi preso no dia 21 de junho e teve a custódia prorrogada na noite em 25 de junho

Operação Pedra no Caminho investiga desvios de R$ 600 milhões das obras do Rodoanel Norte (Wikimedia Commons/Reprodução)

Operação Pedra no Caminho investiga desvios de R$ 600 milhões das obras do Rodoanel Norte (Wikimedia Commons/Reprodução)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 29 de junho de 2018 às 22h22.

São Paulo - A juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal, mandou soltar o diretor da Departamento Rodoviário S/A (Dersa), Pedro Paulo Dantas Amaral, alvo da Operação Pedra no Caminho - investigação sobre desvios de R$ 600 milhões das obras do Rodoanel Norte. Pedro Paulo foi preso no dia 21 de junho e teve a custódia prorrogada na noite em 25 de junho.

Em nota, os advogados Daniel Bialski, Patrícia Uzum e Juliana Bignardi, que defendem Pedro Paulo Dantas Amaral, afirmaram que "felizmente a Justiça reconheceu a inexistência de razão, motivo e necessidade dessa prisão arbitrária de Pedro Paulo. E em breve, reconhecerá que inexistiu qualquer ilicitude".

Acompanhe tudo sobre:DersaOperação Lava JatoRodoanel

Mais de Brasil

Secretário de Turismo diz que 53% das atrações públicas do RS foram danificadas

Prefeito de Canoas diz que reconstrução de prédios públicos demanda mais de R$ 200 milhões

OPINIÃO: Nunca esqueceremos

Enchentes no RS: sobe para 155 o número de mortos; 94 pessoas seguem desaparecidas

Mais na Exame