Brasil

Itaipu: após 80 dias aberto, vertedouro deve ser fechado na segunda-feira

As comportas foram abertas para controlar o nível do reservatório e manter a segurança da barragem da usina

Itaipu: vertedouro aberto por conta de grande volume de chuvas. (Caio Coronel/Itaipu/Divulgação)

Itaipu: vertedouro aberto por conta de grande volume de chuvas. (Caio Coronel/Itaipu/Divulgação)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 1 de abril de 2023 às 13h24.

Última atualização em 1 de abril de 2023 às 13h25.

Aberto desde 14 de janeiro, o vertedouro de Itaipu deve ser fechado na próxima segunda-feira, 3. A estimativa é da superintendência de operação da usina, com base na previsão de afluência, ou seja, a água que chega ao reservatório, e na demanda de produção de energia.

Caso se confirme o fechamento, o vertedouro terá funcionado por 80 dias de forma ininterrupta, fato não observado desde maio de 2001. As comportas foram abertas para controlar o nível do reservatório e manter a segurança da barragem da usina.

Duas calhas abertas

No período, o vertedouro manteve a calha esquerda aberta sempre e, em três ocasiões no mês de fevereiro, foi aberta também a calha central. O vertimento máximo foi de 12.361 metros cúbicos de água por segundo (m/s), observado no dia 19 de fevereiro, quando as duas calhas estavam em operação.

"Tivemos um início de ano com precipitações superiores à média nos grandes reservatórios de cabeceira. Por isso, houve vertimento generalizado nas principais bacias do sistema interligado nacional", explicou o superintendente de Operação de Itaipu, Rodrigo Pimenta.

Segundo ele, com o término do período chuvoso, houve redução gradativa das afluências, o que permitiu o fechamento do vertedouro da maior parte das usinas situadas a montante (acima) de Itaipu. Pimenta explica que o vertedouro pode eventualmente ser aberto, de forma intermitente, em horários de baixa produção dependendo da afluência e da demanda por energia.

O vertimento é necessário para manter a segurança da barragem, quando há aumento da afluência do Rio Paraná a montante do reservatório.

Acompanhe tudo sobre:ItaipuEnergiaParaná

Mais de Brasil

Mendonça sugere que multa de leniências da Lava Jato seja usada para ajudar o RS

Tarcísio estima economia de R$ 1,7 bi por ano com auditoria de aposentadorias e prova de vida

Às vésperas de posse na Petrobras, Magda Chambriard já dá expediente na companhia

PF pede inquérito contra Chiquinho Brazão por suspeita de desvio de emendas parlamentares

Mais na Exame