Huck critica olhar pelo retrovisor e é rebatido por outros presidenciáveis

O apresentador de televisão criticou a forma de fazer política olhando para o passado e foi rebatido por outros presidenciáveis durante evento organizado pela comunidade de estudantes brasileiros das universidades Harvard e MIT

O apresentador de televisão Luciano Huck criticou a forma de fazer política olhando para o passado e foi imediatamente rebatido por outros presidenciáveis durante o painel "Desafios do Brasil", do Brazil Conference at Harvard & MIT, evento organizado pela comunidade de estudantes brasileiros de Boston (EUA), em parceria com o Estadão.

"Só estou enxergando narrativas pelo retrovisor, vendo dificuldade de olhar para frente. Não acho que seja bom", disse ele. "Não adianta pensar com a cabeça do século passado e perder as oportunidades que vêm pela frente. Temos que deixar de lado nossas vaidades e entender que, mesmo com o enorme potencial, o Brasil não deu certo", continuou.

O apresentador prosseguiu com o seu raciocínio, dizendo que não é mais possível ficar citando "centímetros a mais" que um ou outro governo avançou em algumas áreas no passado. Isso porque, de acordo com ele, o Brasil precisa avançar quilômetros.

Imediatamente, os demais participantes rebateram a posição de Huck quando tiveram a oportunidade de falar. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que "olhar para trás é um aprendizado, não é de todo ruim".

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) também afirmou que entender o passado pode ajudar a projetar adequadamente os que se fazer no presente. Já o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), disse que é preciso, sim, conhecer o passado para que os erros não sejam repetidos.


O podcast EXAME Política vai ao ar todas as sextas-feiras com os principais temas da eleição americana. Clique aqui para ver o canal no Spotify, ou siga em sua plataforma de áudio preferida, e não deixe de acompanhar os próximos programas.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.