Brasil

Hospital controla bactéria que matou bebês

No final do mês passado, foram anotados dois casos confirmados de morte de recém-nascidos pela bactéria Serratia


	Bebê: dois bebês permanecem internados e reagem bem ao tratamento.
 (AFP)

Bebê: dois bebês permanecem internados e reagem bem ao tratamento. (AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de abril de 2013 às 15h38.

Brasília - O Hospital Regional de Ceilândia, região administrativa de Brasília, não registrou novos casos de infecção pela bactéria Serratia nas últimas 24 horas. De acordo com os dirigentes do hospital, não houve mudança no quadro e a situação está controlada.

No final do mês passado, foram anotados dois casos confirmados de morte de recém-nascidos pela bactéria. Dois bebês permanecem internados e reagem bem ao tratamento.

Segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, além das medidas adotadas para evitar a proliferação da bactéria, como a lavagem das mãos e o bloqueio da unidade neonatal, houve aumento no quadro de servidores para reforçar as medidas.

Acompanhe tudo sobre:DoençasHospitaisSaúde

Mais de Brasil

Nova bolsa de valores, 'epicentro' de data centers e inovação: as apostas do Rio para crescer

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Mais na Exame