Acompanhe:

Ganho de especulador cresce no Brasil

Na semana passada, o ganho no Brasil com o chamado carry-trade atingiu o maior nível desde pelo menos o início de 2010

Modo escuro

Continua após a publicidade
Notas de dólar: especulador ganha mais no mercado de câmbio (Patrick Lin/AFP)

Notas de dólar: especulador ganha mais no mercado de câmbio (Patrick Lin/AFP)

D
Da Redação

Publicado em 23 de janeiro de 2011 às, 10h09.

Última atualização em 7 de fevereiro de 2020 às, 12h23.

As medidas do governo para conter a valorização do real, intensificadas a partir de outubro, diminuíram a volatilidade da moeda brasileira. Mas, em compensação, aumentaram os ganhos do investidor estrangeiro ao aplicar em taxa de juros no Brasil.

De novembro para cá, o real passou a oscilar menos até do que o euro em relação ao dólar. Vale lembrar que se trata das moedas das duas principais economias do mundo. Em tese, ativos de países estáveis flutuam menos do que os de nações emergentes. Além disso, na semana passada, o ganho no Brasil com o chamado carry-trade atingiu o maior nível desde pelo menos o início de 2010.

Carry-trade é uma conhecida operação no mercado global, em que o investidor toma dinheiro emprestado em um país com juro baixo e o aplica em outro com juro alto. Como a taxa brasileira é a mais polpuda do mundo (11,25% em termos nominais e 5,5% reais, cálculo que exclui a inflação), o País é destino preferencial dos especuladores.

Hoje, a rentabilidade do carry-trade, aqui, está em 10,51% ao ano. Em outubro, era de 8,50%. Parte desse aumento é explicada pela expectativa de altas da taxa básica (Selic). Na semana passada, o Banco Central (BC) a elevou em 0,50 ponto porcentual. Investidores esperam novos reajustes nos próximos meses.

A outra parte, conforme explica um operador, resulta das intervenções do BC no câmbio. Este mês, a autoridade monetária voltou a atuar no mercado futuro por meio dos chamados swaps cambiais.

Trata-se de um instrumento que equivale à compra de dólares. Segundo o operador, ao ofertar esses swaps, o BC fez crescer o diferencial entre a taxa de juros brasileira e a taxa de juros em dólares no País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimas Notícias

Ver mais
Dólar cai 0,47% com ajustes em meio à fala dura de Campos Neto
seloMercados

Dólar cai 0,47% com ajustes em meio à fala dura de Campos Neto

Há 7 horas

Por que o dólar está subindo tanto? 3 fatores que explicam a alta da moeda
seloMercados

Por que o dólar está subindo tanto? 3 fatores que explicam a alta da moeda

Há 11 horas

Dólar hoje: moeda abre a R$ 5,28, o que está fazendo o câmbio subir?
seloMercados

Dólar hoje: moeda abre a R$ 5,28, o que está fazendo o câmbio subir?

Há 16 horas

Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais