Brasil

Estudantes de direito participam de olimpíada no Rio

Competição envolve oito equipes formadas por graduandos de direito, representando ou não Instituições de ensino superior brasileiras


	 Participantes passarão por provas validadas pela OAB e os premiados receberão medalhas, troféus e dinheiro
 (Oxford/Getty Images/Getty Images)

Participantes passarão por provas validadas pela OAB e os premiados receberão medalhas, troféus e dinheiro (Oxford/Getty Images/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de setembro de 2014 às 12h55.

Rio de Janeiro - Estudantes de direito participam hoje (23) e amanhã (24) da 1ª Olimpíada do Conhecimento Jurídico, na sede da secção fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no centro da capital, com o objetivo de fomentar o estudo e a pesquisa do direito privado nas instituições de ensino superior públicas e privadas.

A competição envolve oito equipes formadas por graduandos de direito, representando ou não Instituições de ensino superior brasileiras. Os participantes passarão por provas validadas pela OAB e os premiados receberão medalhas, troféus e dinheiro.

De acordo com o diretor-geral da Escola Superior de Advocacia (ESA), Flávio Ahmed, o projeto da OAB, em parceria com a Academia Brasileira de Direito Civil (ABDC), é importante para incentivar o conhecimento, porque o objetivo da olimpíada é fomentar o estudo. Esse tipo de evento já foi realizado em outros lugares como nas cidades de São Paulo, Natal, Campina Grande (PB) e Gramado (RS).

Segundo explica o presidente da ABDC, Ricardo César Pereira Lira, a olimpíada também tem uma preocupação com o direito civil, que segundo ele é fundamental, pelo impacto desse conhecimento na vida do cidadão. "O direito civil é o segmento do direito brasileiro que acompanha mais longamente a vida de um cidadão, desde antes da concepção, passando pelo nascimento com vida e, depois, ao longo da vida, pela realização de contratos, testamentos, etc.", avaliou Lira.

As oito equipes participantes passarão por uma prova escrita, com objetivo de estimular, por meio de ideias, a disputa em torno de temas de direito privado e de confronto intelectual. De acordo com os organizadores, a OAB e a ABDC pretendem que os alunos da faculdade tenham mais um local onde mostrar o potencial e a qualidade.

Acompanhe tudo sobre:cidades-brasileirasDireitoEnsino superiorMetrópoles globaisOABRio de Janeiro

Mais de Brasil

Quem é Mello Araújo, anunciado como vice de Nunes em São Paulo

Lula anuncia R$ 194 milhões para construção de 1,3 mil casas no Piauí

Justiça Federal homologa acordo para preservação da Cinemateca

Nunes e Tarcísio confirmam ex-chefe da Rota indicado por Bolsonaro como vice

Mais na Exame