Acompanhe:

Dias Toffoli vota a favor de habeas corpus a Lula

Decisão do ministro foi a terceira favorável ao habeas corpus do ex-presidente, ante 5 contrárias

Modo escuro

Continua após a publicidade
Dias Toffoli: ministro se juntou a Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski no voto favorável ao habeas corpus de Lula (Adriano Machado/Reuters)

Dias Toffoli: ministro se juntou a Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski no voto favorável ao habeas corpus de Lula (Adriano Machado/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 4 de abril de 2018 às, 21h29.

Última atualização em 4 de abril de 2018 às, 22h53.

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou favorável ao habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que o petista possa esperar decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para ter a prisão decretada.

Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski foram, até o momento, os únicos a votar nesse sentido. Os demais cinco ministros - Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Alexandre de Moraes - se posicionaram contrários à concessão do habeas corpus a Lula.

O ministro, que já havia votado dessa forma nas ações que discutem o tema da segunda instância de forma geral, afirmou que tem respeitado a jurisprudência da Corte ao votar monocraticamente. Ressalvou, no entanto, que o plenário é local adequado para reabrir a discussão e apontar para uma possível alteração da jurisprudência. "Não há petrificação da jurisprudência. Entendo por possibilidade de reabrir o embrulho e enfrentar a questão de fundo", justificou Toffoli.

Ele defendeu que a prisão até decisão do STJ não impede a decretação de prisão com fundamento, de caráter cautelar. "Não se está aqui a estabelecer possibilidade de prescrição."

Toffoli também trouxe estatísticas para defender seu voto. Segundo ele, em 28 meses, de 259 mil audiências de custódia, 45% resultaram em liberação imediata dos presos em flagrante (tanto por medida cautelar quanto por decisão judicial).

[scribd id=375572986 key=key-d6WLPCnOPRioLQD2WCXO mode=scroll]

Últimas Notícias

Ver mais
Toyota deve investir R$ 11 bilhões no Brasil, diz Geraldo Alckmin
Brasil

Toyota deve investir R$ 11 bilhões no Brasil, diz Geraldo Alckmin

Há 11 horas

Revisão da vida toda do INSS: julgamento de recurso no STF é marcado para 20 de março
Brasil

Revisão da vida toda do INSS: julgamento de recurso no STF é marcado para 20 de março

Há 2 dias

Descriminalização do porte de drogas para uso pessoal volta à pauta do STF; entenda a ação
Brasil

Descriminalização do porte de drogas para uso pessoal volta à pauta do STF; entenda a ação

Há 2 dias

Chefe da ONU celebra esforços da Celac pela paz e pede esforços ao Haiti
Mundo

Chefe da ONU celebra esforços da Celac pela paz e pede esforços ao Haiti

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais