Brasil

Datafolha: Russomanno cai e empata com Boulos; Covas se isola em 1º

Prefeito e candidato à reeleição pelo PSDB se isolou na liderança na disputa com 28% das intenções de voto

Márcio França, Guilherme Boulos, Bruno Covas e Celso Russomano. (Montagem Exame/Divulgação)

Márcio França, Guilherme Boulos, Bruno Covas e Celso Russomano. (Montagem Exame/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 5 de novembro de 2020 às 20h16.

Última atualização em 5 de novembro de 2020 às 20h41.

O prefeito e candidato à reeleição Bruno Covas (PSDB) se isolou na liderança na disputa pela prefeitura de São Paulo, com 28% das intenções de voto, aponta nova pesquisa Datafolha, a segunda do instituto após o início do horário eleitoral gratuito. O tucano é seguido por Celso Russomanno (Republicanos), com 16%, Guilherme Boulos (PSOL), com 14%, e Márcio França (PSB), com 13%.

    Como a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, há um empate técnico triplo entre Russomanno, Boulos e França na disputa para quem iria para o segundo turno se a eleição fosse hoje.

    No levantamento anterior, em 22 de outubro, Covas tinha 23%, ou seja, ganhou 5 pontos percentuais, enquanto Russomanno tinha 20% com queda de 4 pontos.

    Na sequência aparece Boulos, que manteve os 14% do levantamento anterior. França oscilou positivamente 3 pontos (tinha 10% antes).

    Jilmar Tatto (PT) oscilou positivamente 2 pontos e agora tem 6%. Arthur do Val (Patriota) manteve os 4%.

    Andrea Matarazzo (PSD) foi de 2% para 3%. Joice Hasselmann ficou com os mesmos 3%. Com 1% estão Marina Helou (Rede), Orlando Silva (PCdoB) e Levy Fidelix (PRTB). Vera Lúcia (PSTU) e Antonio Carlos Silva (PCO) não pontuaram desta vez — tinham 1%.

    Os eleitores que declararam que não votarão em candidatos, ou votarão em branco/nulo somam 9%, e 3% não souberam responder.

    Espontâneo

    No levantamento espontâneo, Covas também está na frente, com 19%; Boulos tem 12%, e Russomanno tem 8%. França tem 7% nesse tipo de levantamento; Arthur do Val e Tatto têm 3%; Matarazzo, 2% e Joice, 1%. Fidelix tem 1% também. Outros 30% não souberam ou não responderam e 10% declaram, nessa pesquisa espontânea, que não votarão, ou votarão em branco, ou anularão.

    O levantamento na cidade de São Paulo ouviu 1.260 eleitores maiores de 16 anos e foi feito entre terça-feira, 3, e quarta-feira, 4. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral: SP-06709/2020 e tem nível de confiança de 95%. Os contratantes foram o jornal Folha de S.Paulo e a Rede Globo.

    Acompanhe tudo sobre:Bruno CovasCelso RussomannoDatafolhaEleições 2020Guilherme BoulosMárcio FrançaPrefeitosPrefeiturassao-paulo

    Mais de Brasil

    Chuva deve voltar ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira

    Apenas 11% das escolas têm internet na velocidade certa, diz pesquisa

    Julgamento que pode cassar Jorge Seif ficará para Cármen Lúcia após saída de Moraes do TSE

    Rio Grande do Sul: Defesa Civil contabiliza 200 toneladas de alimentos doados

    Mais na Exame