Acompanhe:

Metade dos brasileiros diz que "bandido bom é bandido morto"

Pesquisa aponta que mais de 75% da população tem medo de ser assassinada

Modo escuro

Continua após a publicidade
Violência Urbana (Stock.Xchange)

Violência Urbana (Stock.Xchange)

M
Marcelo Ribeiro

Publicado em 3 de novembro de 2016 às, 09h00.

Última atualização em 3 de novembro de 2016 às, 09h00.

Brasília – A impunidade existente no país contribui para que 57% da população brasileira acredite que “bandido bom é bandido morto”, segundo pesquisa feita pelo Datafolha a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Enquanto 34% discordam da afirmação, 6% são neutros e outros 3% não souberam responder.

De acordo com o levantamento, que faz parte do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública e foi divulgado nesta quinta-feira (3), a percepção de “que bandido bom é bandido morto” é mais comum entre os que cursaram até o ensino fundamental (62%) e em municípios com menos de 50 mil habitantes (62%).

Na comparação com o ano passado, a concordância com a frase aumentou. Em 2015, 50% da população se dizia a favor da morte de criminosos.

O documento revela ainda que 76% dos brasileiros têm medo de ser assassinados. Esse temor é mais comum entre as mulheres (83%) enquanto cerca de 69% dos homens admitem ter a mesma preocupação.

Segundo a pesquisa, 65% da sociedade tem medo de sofrer agressão sexual. No total, 85% das mulheres que responderam o levantamento dizem ter medo de ser vítima de agressão sexual. Menos de metade dos respondentes do sexo masculino (46%) compartilha esse temor.

O levantamento destaca ainda que 85% das pessoas dizem ter medo de ser vítima de violência. Essa preocupação é ainda maior entre mulheres mais jovens e do Nordeste.

Polícia na berlinda

Indagadas sobre a satisfação em relação às forças de segurança pública, metade das pessoas que responderam o levantamento considera que a Polícia Militar garante a segurança da população. Apenas 52% afirmam que a Polícia Civil faz um bom trabalho esclarecendo crimes.

A maioria dos brasileiros atribui essa deficiência à falta de infraestrutura. O documento indica que 63% dos brasileiros acreditam que as polícias não têm boas condições de trabalho.

A atuação dos policiais também não é bem avaliada. No total, 70% da população sente que os agentes cometem excessos de violência no exercício da função. Essa reclamação é ainda mais frequente entre os jovens de 16 a 24 anos de idade (75%).

Ainda sobre o comportamento das forças de segurança pública, 59% das pessoas dizem ter medo de sofrer violência da Polícia Militar, enquanto 53% temem ser agredidos por policiais civis.

Últimas Notícias

Ver mais
Ato de Bolsonaro na Paulista deve contar com deputados, senadores e governadores aliados
Brasil

Ato de Bolsonaro na Paulista deve contar com deputados, senadores e governadores aliados

Há 4 horas

Projeto prevê cadastro de clientes que não desejam receber ligação de bancos
Brasil

Projeto prevê cadastro de clientes que não desejam receber ligação de bancos

Há 7 horas

Lula deve ter ao menos 2 reuniões bilaterais em viagem à Guiana, diz Itamaraty
Brasil

Lula deve ter ao menos 2 reuniões bilaterais em viagem à Guiana, diz Itamaraty

Há 22 horas

Aneel mantém bandeira tarifária verde em março, sem adicional nas contas de luz
Brasil

Aneel mantém bandeira tarifária verde em março, sem adicional nas contas de luz

Há 22 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais