Brasil

CNH Popular derruba site do Detran no Ceará e gera fila virtual

O programa CNH Popular vai ofertar 25 mil carteiras de motorista nas categorias A (moto) e B (carro). E quem passar pelo teste na categoria de motocicletas ainda ganha um capacete

CNH (Carteira Nacional de Habilitação). (Rodrigo Sanches/Exame)

CNH (Carteira Nacional de Habilitação). (Rodrigo Sanches/Exame)

GG

Gilson Garrett Jr

Publicado em 14 de outubro de 2021 às 11h16.

Última atualização em 14 de outubro de 2021 às 16h53.

A alta procura pelo programa CNH Popular, que dá carteira de motorista gratuita, derrubou o site do Detran do Ceará. Lançado na quarta-feira, 13, em poucas horas as 25 mil vagas foram esgotadas e há fila de espera.

De acordo com o órgão de trânsito do estado, a equipe de tecnologia está trabalhando para estabilizar o site. Reportagem de EXAME tentou acessar por diversas vezes durante a manhã desta quinta-feira, 14, mas o portal ainda estava fora do ar.

Como funciona a CNH Popular

No total, o programa CNH Popular vai ofertar 20 mil carteiras de motorista no interior do estado e 5 mil na capital, Fortaleza. As permissões são nas categorias A (moto) e B (carro). E quem passar pelo teste na categoria de motocicletas ainda ganha um capacete.

Todos os custos com exame médico, e as aulas na autoescola estão incluídos no programa. De 2009 a 2019, quase 140 mil pessoas foram habilitadas por meio da iniciativa.

Segundo a gerente de atendimento e gestão de CNH do Detran-CE, Luziânia Lima, as vagas foram divididas de forma proporcional ao número de pessoas vivendo no município - é uma carteira a cada 326 habitantes.

Por conta da alta procura, uma lista de espera foi criada. Cada cidade vai ter um acréscimo de 20% do total de vagas, para formar esta segunda chamada Caso algum candidato desista ou não preencha os requisitos necessários para participar da iniciativa, esta pessoa é avisada.

Quem tem direito à carteira de motorista gratuita

Podem se inscrever beneficiários do programa Bolsa Família, pessoas com deficiência e egressos do sistema prisional. Os interessados devem realizar cadastro no site do Detran do Ceará, registrando as informações solicitadas e anexando documentos exigidos. Em seguida, os dados passam por análise.

Caso o cadastro seja aprovado, será agendada a comissão por onde as pessoas serão direcionadas pelo Detran para as autoescolas, responsáveis pela preparação dos aspirantes a ter o aval de dirigir no país.

Acompanhe tudo sobre:Carteira de habilitação (CNH)CearáTrânsito

Mais de Brasil

Rio Grande do Sul tem 1.380 casos notificados de leptospirose e quatro mortes confirmadas

Linha de crédito a empresas maiores do RS envolve grande mobilização de recursos, diz Durigan

Topázio Neto lidera disputa em Florianópolis com 44,7%, aponta pesquisa Futura/100% Cidades

Mais na Exame