Acompanhe:

Brasil cresceu 0,7% em fevereiro, estima Serasa

Consumo e investimentos puxaram a alta 6,5% em relação ao mesmo mês de 2010

Modo escuro

Continua após a publicidade
A alta do consumo das famílias ajudou no crescimento do país em fevereiro (Germano Lüders/EXAME.com)

A alta do consumo das famílias ajudou no crescimento do país em fevereiro (Germano Lüders/EXAME.com)

C
Circe Bonatelli

Publicado em 15 de abril de 2011 às, 13h26.

São Paulo - A economia brasileira cresceu 0,7% em fevereiro ante janeiro e 6,5% em relação a fevereiro de 2010, já descontadas as influências sazonais, segundo levantamento divulgado hoje pela Serasa Experian, empresa especializada em análises financeiras. O indicador da Serasa Experian antecede a divulgação oficial do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, feita a cada três meses pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na avaliação da Serasa Experian, a alta de 0,7% em fevereiro ante janeiro foi puxada pelo avanço de 0,9% no consumo das famílias e pela alta de 8,5% nos investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo), que se recuperaram da queda de 6% verificada no primeiro mês do ano. Segundo a Serasa Experian, o desempenho positivo na comparação mensal também foi sustentado pela alta nos três setores da economia: indústria (3,9%), serviços (0,7%) e agropecuária (0,4%).

Os economistas da instituição avaliam que o crescimento de 0,7% em fevereiro, após alta de 0,8% no mês anterior, revela que "o ritmo de desaquecimento da economia ainda é incipiente, porque vem afetando muito pouco o consumo privado". Os economistas citam que a taxa anual de crescimento do consumo das famílias passou de 7% (fechamento de 2010) para 8,8% (acumulado do primeiro bimestre de 2011). Diante desse contexto, a entidade acredita que o governo ainda deverá adotar novas medidas para controlar o crescimento da economia e conter a alta da inflação.

Últimas Notícias

Ver mais
'Brasil é fundamental para blockchain", revela Avalanche, rede da criptomoeda AVAX
Future of Money

'Brasil é fundamental para blockchain", revela Avalanche, rede da criptomoeda AVAX

Há 6 horas

FMI aumenta projeção de crescimento do Brasil em 2024 para 2,2%
Economia

FMI aumenta projeção de crescimento do Brasil em 2024 para 2,2%

Há 6 horas

CNI prevê alta de 2,4% do PIB e expansão de 2,1% para indústria em 2024
Economia

CNI prevê alta de 2,4% do PIB e expansão de 2,1% para indústria em 2024

Há 7 horas

PIB da China, Vale (VALE3), discurso de Powell e meta fiscal: os assuntos que movem o mercado
seloMercados

PIB da China, Vale (VALE3), discurso de Powell e meta fiscal: os assuntos que movem o mercado

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais