Brasil

Indagado sobre Weintraub, Bolsonaro diz que governo "não tem troca-troca"

Presidente também ressalvou não esperar um 2020 mais tranquilo porque "sempre vai ter problema" para administrar

Jair Bolsonaro: presidente disse que um problema ou outro deve acontecer no ano que vem (Adriano Machado/Reuters)

Jair Bolsonaro: presidente disse que um problema ou outro deve acontecer no ano que vem (Adriano Machado/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 27 de dezembro de 2019 às 14h21.

Última atualização em 27 de dezembro de 2019 às 18h07.

Brasília - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (27) esperar que o país continue melhorando em 2020, mas ressalvou não esperar um ano mais tranquilo porque "sempre vai ter problema" para administrar.

"Continuar melhorando. Não é fácil, pegamos um carro velho com muito potencial", disse o presidente, em rápida entrevista a jornalistas ao sair do Palácio da Alvorada.

 

Ao ser questionado se o próximo ano será mais tranquilo, Bolsonaro disse que "sempre vai ter problema" e emendou que há o olho das pessoas pelo poder, a insensatez de algumas poucas pessoas e, mais uma vez, se queixou da imprensa ao destacar que "a gente está no mesmo barco".

"Não é me ajudar. Falar a verdade toda hora ajuda a melhorar o Brasil", destacou.

O presidente confirmou que decola nesta tarde para a Bahia e disse que a previsão é passar os festejos de virada do ano lá, devendo voltar no dia 5 de janeiro.

Bolsonaro afirmou ainda que no seup

Acompanhe tudo sobre:abraham-weintraubBrasilJair BolsonaroMEC – Ministério da Educação

Mais de Brasil

Secretária executiva do MEC, Izolda Cela comunica saída da pasta

Base de Canoas passará a ter dez voos por dia, anuncia governo

Paraná Pesquisas: em SP, Nunes tem 28,1%; Boulos, 24,2%; Datena, 12,1%; e Tabata, 9,1%

O que abre e o que fecha em SP no feriado de Corpus Christi

Mais na Exame