Brasil

Aneel propõe reajuste médio de 0,93% nas tarifas da Equatorial Alagoas

O ajuste compõe o processo de revisão tarifária da distribuidora e ainda poderá ser alterado após análise das contribuições da consulta pública

Pela proposta apresentada nesta terça-feira, os efeitos serão diferentes para cada grupo de consumidores (Renato_Pessanha/Getty Images)

Pela proposta apresentada nesta terça-feira, os efeitos serão diferentes para cada grupo de consumidores (Renato_Pessanha/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 30 de janeiro de 2024 às 10h35.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nesta terça-feira, 30, um reajuste médio de 0,93% nas tarifas da Equatorial Alagoas. O ajuste compõe o processo de revisão tarifária da distribuidora e ainda poderá ser alterado após análise das contribuições da consulta pública.

Pela proposta apresentada nesta terça-feira, os efeitos serão diferentes para cada grupo de consumidores. Para os atendidos em alta tensão, como indústrias, a agência propôs uma redução média de 3,34% nas tarifas.

Já para os conectados em baixa tensão, que inclui os residenciais, a previsão é de um aumento médio de 2,67%.

A agência receberá contribuições no período entre 1º de fevereiro e 18 de março e realizará uma audiência pública em Maceió para discutir a proposta em 29 de fevereiro.

A previsão é que o resultado seja deliberado em 23 de abril pela diretoria, para que as novas tarifas entrem em vigor no início de maio.

Acompanhe tudo sobre:Aneel

Mais de Brasil

O que aconteceu com o maior avião do mundo que teve 'clarão' antes de decolar em SP?

STF forma maioria para descriminalizar porte de maconha para uso pessoal

Toffoli envia complemento de voto em que defende acabar com registro criminal para usuário de drogas

Operação da PF investiga invasão e uso criminoso do aplicativo E-título

Mais na Exame