• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Águas do Brasil leva bloco 3 da Cedae por R$ 2,2 bi, com ágio de 90%

Empresa terá de investir R$ 4,7 bilhões ao longo dos 35 anos do contrato de concessão para universalizar o serviço de água e esgoto no Rio de Janeiro
Águas do Brasil vence leilão do bloco 3 da Cedae, do Rio Janeiro (Getty Images/Luoman)
Águas do Brasil vence leilão do bloco 3 da Cedae, do Rio Janeiro (Getty Images/Luoman)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 29/12/2021 15:24 | Última atualização em 29/12/2021 15:50Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Águas do Brasil foi a vencedora do leilão do bloco 3 da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), com o lance de 2,201 bilhões de reais. O ágio da proposta foi de 90%. Realizado nesta quarta-feira, 29, na B3, em São Paulo, o leilão tinha outorga mínima de 1,16 bilhão de reais.

Duas empresas apresentaram propostas para o certame desta quarta-feira. A outra proposta foi apresentada pela Aegea Saneamento, no valor de 1,572 bilhão de reais (ágio de 35,7%). Como a diferença entre as propostas foi superior a 20%, não houve disputa por viva-voz.

Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia e acesse as notícias mais importantes do Brasil em tempo real.

Com o resultado, a Águas do Brasil assume o serviço de saneamento básico de uma área formada por bairros da zona oeste do município do Rio de Janeiro e mais 20 cidades fluminenses. A empresa vencedora terá de investir 4,7 bilhões de reais ao longo dos 35 anos de contrato de concessão para universalizar água e esgoto nas áreas concedidas.


Esta foi a segunda rodada de concessões de saneamento pelo governo estadual do Rio em 2021. Em abril, o governo fluminense ofereceu quatro áreas separadas, com investimento total de 30 bilhões de reais em obras. Dessas quatro áreas ofertadas, três foram arrematadas naquele leilão, com outorgas que somaram 22,7 bilhões de reais, mais do que o dobro do valor mínimo de 10 bilhões de reais.

Já a área que acabou não recebendo propostas em abril, conhecida como "bloco 3", foi reformulada e ampliada — e acabou arrematada nesta quarta-feira. No desenho inicial, o bloco incluía seis cidades do interior e os bairros da zona oeste da capital. Agora são 20 municípios do interior, além dos bairros cariocas.