Brasil

AGU pede ao STF extinção de processo contra PEC do Teto

Três senadores da oposição entraram com uma ação no Supremo contra a proposta de emenda à constituição que instituiu um limite para os gastos públicos

PEC do Teto: a PEC foi aprovada em segundo turno no Senado Federal em 13 de dezembro de 2016 (Senado/Divulgação)

PEC do Teto: a PEC foi aprovada em segundo turno no Senado Federal em 13 de dezembro de 2016 (Senado/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 2 de fevereiro de 2017 às 16h26.

A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que seja extinto um processo contra a "PEC do Teto dos Gastos" que tramita na Corte.

A manifestação da AGU foi feita no âmbito de um mandado de segurança impetrado por três senadores da oposição contra a proposta de emenda à constituição que instituiu um limite para os gastos públicos.

Para os senadores Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Humberto Costa (PT-PE), a "PEC do Teto dos Gastos" "estrangula" a independência e autonomia financeira dos poderes, além de impor o congelamento de despesas primárias por 20 anos.

A PEC foi aprovada em segundo turno no Senado Federal em 13 de dezembro de 2016, sendo promulgada dois dias depois em sessão conjunta do Congresso Nacional.

Nesse contexto, argumenta a AGU, houve perda de objeto, não podendo mais a Presidência do Senado Federal "ser considerada autoridade coatora, diante da impossibilidade de referido órgão praticar qualquer ato".

Além disso, a AGU alega que a sistemática para o estabelecimento de limites de despesas primárias "não enseja qualquer ofensa às cláusulas pétreas, notadamente ao princípio da separação de poderes".

"As hipóteses previstas na Constituição que autorizam interromper a tramitação de uma proposta de emenda ao Texto Constitucional pelo Poder Judiciário são taxativas, e deve ser demonstrada uma flagrante possibilidade de tendência a abolir cláusula pétrea. Por esse motivo, a verificação de inconstitucionalidade deve ser deduzida de forma objetiva, de modo a não depender de juízo subjetivo que demande aprofundamento da análise de texto para revelação da inconstitucionalidade", alega a AGU.

Acompanhe tudo sobre:Câmara dos DeputadosPEC do TetoSenadoSupremo Tribunal Federal (STF)

Mais de Brasil

Governo cria sistema de emissão de carteira nacional da pessoa com TEA

Governo de SP usará drones para estimar número de morte de peixes após contaminação de rios

8/1: Dobra número de investigados por atos golpistas que pediram refúgio na Argentina, estima PF

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado

Mais na Exame