EXAME Agro

Safra 2024 alcançará 299,6 milhões de toneladas, 5,0% menor que a de 2023, diz IBGE

Resultado é 1,2 milhão de toneladas maior que o previsto no levantamento de março, com alta de 0,4%

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 14 de maio de 2024 às 12h08.

Tudo sobreSafras agrícolas
Saiba mais

A safra agrícola de 2024 deve totalizar 299,6 milhões de toneladas, 15,8 milhões de toneladas a menos que o desempenho de 2023, um recuo de 5,0%. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de abril, divulgado nesta terça-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado é 1,2 milhão de toneladas maior que o previsto no levantamento de março, uma alta de 0,4%.

Área a ser colhida

De acordo com o IBGE, o Brasil deve colher 77,9 milhões de hectares na safra de 2024, uma estabilidade (0,0%) em comparação com 2023, apenas 9,4 mil hectares a mais. Em relação à estimativa de março, a área a ser colhida é 0,2% maior, 134,9 mil hectares a mais.

O arroz, o milho e a soja - três principais produtos da safra brasileira de grãos - respondem juntos por 91,6% da estimativa da produção e por 87,0% da área a ser colhida.

Em relação a 2023, a área a ser colhida será maior para o algodão herbáceo (10,9%), arroz (4,6%), feijão (5,9%) e soja (2 5%). Por outro lado, a expectativa é de redução na área para o sorgo (-4,3%), trigo (-7,5%) e milho (-5,5%). A área colhida deve cair 8,0% no milho 1ª safra e 4,8% no milho 2ª safra.
Acompanhe tudo sobre:Safras agrícolasIBGE

Mais de EXAME Agro

Agro, comércio e indústria se articulam para que MP da compensação da desoneração seja devolvida

Rastreabilidade de alimentos: tudo o que você precisa saber para entender sua importância

Arroz importado pelo governo deve chegar ao país em 60 dias, afirma presidente da Conab

Brasil e China fecham acordo de US$ 1 milhão para a exportação de noz-pecã

Mais na Exame