EXAME Agro

República Dominicana abre mercado para carne bovina e suína do Brasil

Pelos menos sete frigoríficos estão habilitados a realizar as exportações das proteínas

Carnes: Brasil importa cerca de 120 mil toneladas de carnes por ano (Paulo Whitaker/Reuters)

Carnes: Brasil importa cerca de 120 mil toneladas de carnes por ano (Paulo Whitaker/Reuters)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 9 de agosto de 2023 às 17h43.

O Brasil poderá exportar carne bovina e suína para a República Dominicana, informou o Ministério da Agricultura, em nota. A abertura de mercado foi concluída nesta semana após a revisão de certificados sanitários e auditorias in loco, segundo a pasta.

Ainda conforme o Ministério, pelo menos sete frigoríficos estão habilitados a realizar as exportações das proteínas e outros estão sob análise.

Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo em primeira mão. Inscreva-se no Telegram da Exame

De acordo com o Ministério, o país importa cerca de 120 mil toneladas de carnes por ano.

"Esta é uma das maiores aberturas de mercado para a carne suína brasileira da última década. O presidente Lula e o Ministério vêm trabalhando com afinco no fortalecimento das relações internacionais", disse o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, na nota.

O ministério destacou que as negociações avançaram após encontro do ministro com a embaixadora da República Dominicana no Brasil Patrícia Villegas de Jorge, em março deste ano. Os detalhes da abertura estão sendo discutidos bilateralmente pelos países desde novembro do ano passado.

No ano, o País acumula 29 aberturas de mercado.

Acompanhe tudo sobre:Carnes e derivadosCarlos Fávaro

Mais de EXAME Agro

Exportações do agro brasileiro registram queda de 10,2% em maio

Produção de sêmen bovino registra alta de 10% no 1º trimestre de 2024

Rio Grande do Sul: inundações causam queda de 9% na produtividade do arroz, afirma Emater/RS

STF suspende sessão sobre incentivos fiscais para agrotóxicos

Mais na Exame