L'Oréal faz parceria para imprimir pele humana em 3D

A fabricante de cosméticos quer aumentar a velocidade e volume da produção de pele para testes

Fabricantes de cosméticos gastam muito dinheiro em pesquisa e desenvolvimento para criar... pele humana. Isso porque elas precisam testar exaustivamente seus produtos, para ter certeza de que eles terão o efeito desejado nos consumidores.

Essa tecnologia também diminuiria a dependência de testes em animais, alvo de muitas críticas.

Atualmente, a francesa L’Oréal, por exemplo, cria cinco metros quadrados de pele por ano. Mas ela quer mais.

A fabricante de cosméticos anunciou uma parceria com a Organovo, uma startup americana que usa tecnologia de bioimpressão para criar tecido humano capaz de replicar as funções biológicas do corpo.

A L’Oréal irá usar a plataforma de impressão da Organovo para imprimir tecido conjuntivo.

O processo identifica "elementos chave na construção e composição" da pele a ser reproduzida e cria uma espécie de "biotinta", ou bloco de construção multicelular, para isso.

Atualmente, a empresa de cosméticos transforma tecido conjuntivo em células, fazendo-as crescer em um ambiente que imita um corpo humano. A pele original é doada por pacientes de cirurgias plásticas.

Uma única amostra de pele artificial tem 0,5 cm2 de largura e um milímetro de espessura, em um processo que demora uma semana.

Das quase 100 mil amostras de pele criadas em laboratório pela empresa, metade delas é usada pelo centro de pesquisa da L’Oréal.

A outra metade é vendida para empresas farmacêuticas e de cosméticos, segundo reportagem da Bloomberg.

Ainda de acordo com o texto, a L’Oréal espera que a tecnologia da Organovo aumente a precisão e a velocidade do processo.

A startup também tem acordos com a farmacêutica multinacional Merck para a produção de um fígado impresso em 3D.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.