Startup que calcula emissões de carbono prevê faturar 25 vezes mais no ano

Em 2021, a startup ZEG deve crescer 25 vezes com cálculo do CO2 de setores como o de entretenimento
 (Alisson Demétrio/Divulgação)
(Alisson Demétrio/Divulgação)
M
Maria Clara Dias

Publicado em 14/01/2021 às 05:59.

Última atualização em 22/07/2021 às 11:12.

Moda em vários setores, o cálculo das emissões de carbono virou prática também em shows. Em dezembro, uma live do DJ Alok mostrou à audiência que o evento havia liberado 140 toneladas — quantia a ser compensada com o plantio de 5.000 árvores.

No cálculo entraram emissões geradas com o transporte de funcionários e materiais, os geradores e a energia consumida por equipamentos como os canhões de laser típicos do DJ. A metodologia é da startup ZEG, fundada em 2018 para calcular tim-tim por tim-tim as emissões. O negócio está bombando: em 2021, a ZEG espera receitas de 17 milhões de reais, 25 vezes maior que a de 2020.  


(Publicidade/Exame)