Mercado Livre dá desconto para empreendedor vender pela plataforma

Companhia conta hoje com 11 milhões de vendedores na América Latina, e a expectativa é que, com a campanha, esse número aumente entre 20% e 25%

As medidas de isolamento social fizeram com que muitos lojistas tivessem que fechar as portas, mesmo com caixa positivo e produtos para vender. A saída para esses empreendedores tem sido migrar o comércio fisico para o online. Para ajudar nessa transição, o Mercado Livre, empresa de tecnologia para ecommerce e serviços financeiros, vai dar desconto de 30% nas comissões para novos vendedores no marketplace até o dia 30 de junho.

Já para aqueles que preferirem abrir a sua própria loja dentro do Mercado Shops, não haverá cobrança de comissão em abril e, nos três meses seguintes, será aplicado um desconto de 70%.

As regras do marketplace e do Mercado Shops valem para qualquer tamanho de empresa, de microempreendedores individuais (MEI) a grandes companhias, desde que a conta no Mercado Livre tenha sido aberta a partir de 1o de abril. Além disso, estão incluídos todos os tipos de produtos - desde que respeitando a política do que pode ser vendido na plataforma - e valores, desde que custem mais de 6 reais, que é o preço mínimo definido pelo Mercado Livre.

"O nosso intuito é ajudar o pequeno e o médio empreendedor que viram queda de faturamento da ordem de 65%", afirma Bruno Guarnieri, diretor de marketplace do Mercado Livre no Brasil, em entrevista exclusiva à EXAME. "Nós já sentimos um aumento de vendedores na plataforma entre o final de março e início de abril."

Atualmente, o Mercado Livre conta com 11 milhões de vendedores na América Latina, e a expectativa é que, com a campanha, esse número aumente entre 20% e 25%. Já o total de compradores alcança 44 milhões - número esse que vem crescendo também dadas as restrições por causa do novo coronavírus. "Entre a última semana de março e a primeira de abril, o número de novos compradores via internet dobrou em todo o mercado, e isso teve reflexos também no Mercado Livre", diz Guarnieri.

Além do desconto, o Mercado Pago, braço financeiro do Mercado Livre, anunciou nesta semana a criação de uma linha de crédito voltada para o pequeno e médio empreendedor de 600 milhões de reais.

Confira abaixo as condições oferecidas aos empreendedores:

Marketplace:

  • Desconto de 30% na comissão para novos vendedores até 30 de junho de 2020:
  • No anúncio Clássico, a comissão passa de 11% para 7,7%
  • No anúncio Premium, a comissão passa de 16% para 11,2%
    • Material simples e orientado para os primeiros passos do empreendedor na plataforma
    • Acesso a lives e webinars que trarão dicas sobre como vender no Mercado Livre

     Mercado Shops (loja própria online)

    • Comissão grátis no mês de abril - a partir da data de criação da loja até 30 de abril
    • Após o primeiro mês, desconto de mais de 70% na comissão até o dia 31 de julho de 2020:

      • Clássico: 3% (desconto de 73%)
      • Premium: 8% (desconto de 50%)

    Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


    Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


    Falta pouco para você liberar seu acesso.

    exame digital

    R$ 12,90
    • Acesse onde e quando quiser.

    • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
    Assine

    exame digital + impressa

    R$ 29,90/mês
    • Acesse onde e quando quiser

    • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

    • Edição impressa mensal.

    • Frete grátis
    Assine

    Já é assinante? Entre aqui.