Negócios

Vinci Partners avaliará ativos de distribuição de gás da Petrobras

Segundo sócio da gestora de recursos, o interesse na petroleira ocorre em meio a planos do governo que obrigarão estatal a se desfazer de negócios no setor

Petrobras: empresa já anunciou que deixará o setor de distribuição de gás (Dado Galdieri/Bloomberg/Bloomberg)

Petrobras: empresa já anunciou que deixará o setor de distribuição de gás (Dado Galdieri/Bloomberg/Bloomberg)

R

Reuters

Publicado em 8 de agosto de 2019 às 18h03.

Rio de Janeiro — A gestora de recursos Vinci Partners pretende avaliar ativos de distribuição de gás da Petrobras, disse nesta quinta-feira, 8, o sócio e chefe de infraestrutura da empresa, José Guilherme Souza, em meio a planos do governo que obrigarão a petroleira estatal a se desfazer de negócios no setor.

A Petrobras tem atualmente 51% da Gaspetro, empresa com participação acionária em 19 empresas de distribuição de gás natural, das 27 constituídas no país, na qual tem a japonesa Mitsui como sócia minoritária.

De acordom com Souza, faria todo sentido para a Vinci buscar investidores para alocar recursos nessas distribuidoras regionais de gás, o que poderia até envolver uma associação da gestora com a Mitsui.

"Faz sentido ter parceiro para esse negócio de gás", afirmou ele a jornalistas, durante evento da Vinci Partners no Rio de Janeiro.

O executivo disse que já conversou com a Mitsui sobre outras oportunidades de negócios no Brasil, mas ainda não entrou em detalhes sobre as distribuidoras de gás até o momento.

Acompanhe tudo sobre:GásPetrobrasvinci-partners

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame