Grupo francês Vinci diz ter interesse em aeroportos no Brasil

Grupo francês afirmou que vê possibilidades de expansão nas concessões de aeroportos do Brasil e da Indonésia
Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (./Agência Brasil)
Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (./Agência Brasil)
Por ReutersPublicado em 19/01/2017 13:32 | Última atualização em 19/01/2017 13:32Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Paris - O maior grupo de construção e concessões da Europa, o francês Vinci, está buscando oportunidades de para crescer em concessões de aeroportos no Brasil e na Indonésia, afirmou nesta quinta-feira o presidente-executivo da empresa, Xavier Huillard.

A companhia, que opera atualmente 35 aeroportos no mundo, também está de olho em oportunidades na Indonésia e na Índia, onde vai enviar nas próximas semanas uma oferta para a construção de novo aeroporto de Mumbai.

"Nos associamos com a Tata para o novo aeroporto de Mumbai (...) Vamos enviar a proposta nas próximas semanas", disse.

A Vinci tem avançado em concessões de mercados de expansão mais acelerada e mais lucrativos, como aeroportos e rodovias fora da França, bem como em acordos de engenharia em energia, como forma de responder à fraqueza do mercado doméstico.