Negócios

Grupo francês Vinci diz ter interesse em aeroportos no Brasil

Grupo francês afirmou que vê possibilidades de expansão nas concessões de aeroportos do Brasil e da Indonésia

Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (./Agência Brasil)

Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (./Agência Brasil)

R

Reuters

Publicado em 19 de janeiro de 2017 às 13h32.

Paris - O maior grupo de construção e concessões da Europa, o francês Vinci, está buscando oportunidades de para crescer em concessões de aeroportos no Brasil e na Indonésia, afirmou nesta quinta-feira o presidente-executivo da empresa, Xavier Huillard.

A companhia, que opera atualmente 35 aeroportos no mundo, também está de olho em oportunidades na Indonésia e na Índia, onde vai enviar nas próximas semanas uma oferta para a construção de novo aeroporto de Mumbai.

"Nos associamos com a Tata para o novo aeroporto de Mumbai (...) Vamos enviar a proposta nas próximas semanas", disse.

A Vinci tem avançado em concessões de mercados de expansão mais acelerada e mais lucrativos, como aeroportos e rodovias fora da França, bem como em acordos de engenharia em energia, como forma de responder à fraqueza do mercado doméstico.

Acompanhe tudo sobre:Aeroportos do Brasilvinci-partners

Mais de Negócios

Vem aí a terceira edição do Ranking EXAME Negócios em Expansão

Nos 30 anos do Real, Mercado Pago lança cédula celebrativa

Nas franquias de educação, 83% dos alunos estão na sala de aula (e não em aulas online)

Eles começaram do zero, viraram referência em franquias e revelam segredos para sucesso nos negócios

Mais na Exame