Cummins anuncia Adriano Rishi como novo presidente da empresa no Brasil

Rishi substitui Luis Pasquotto, atual vice-presidente da Cummins Inc., presidente da Cummins Brasil e líder da Unidade de Motores América Latina
Cummins: Rishi se juntou à empresa em 1995, ainda como estagiário, e desde então ocupou diversas posições de liderança na engenharia até alcançar a atual posição de diretor executivo América Latina (Cummins/Divulgação)
Cummins: Rishi se juntou à empresa em 1995, ainda como estagiário, e desde então ocupou diversas posições de liderança na engenharia até alcançar a atual posição de diretor executivo América Latina (Cummins/Divulgação)
D
Da Redação

Publicado em 24/03/2021 às 16:58.

Última atualização em 24/03/2021 às 21:21.

A Cummins, empresa de segmentos de negócios complementares que projeta e fabrica motores, anunciou hoje o engenheiro Adriano Rishi como novo presidente da Cummins Brasil e líder da Unidade de Motores Brasil, cargos que ocupará efetivamente a partir de 1º de maio.

Rishi substitui Luis Pasquotto, atual vice-presidente da Cummins Inc., presidente da Cummins Brasil e líder da Unidade de Motores América Latina, que se aposenta após 29 anos de dedicação à empresa.

Nesta nova posição, Rishi será responsável por impulsionar o crescimento da companhia e buscar novos negócios, além de trazer uma agenda de fomento à diversidade e impactos positivos na comunidade.

Além da presidência da Cummins Brasil e da liderança da Unidade de Motores no Brasil, Rishi segue como líder da Engenharia para a América Latina, cargo que ocupa desde 2016

“Rishi tem reconhecida reputação em entender os detalhes dos negócios Cummins em todos os níveis, com habilidades técnicas e paixão para garantir que nosso ambiente de trabalho esteja alinhado com nossa Missão, Visão e Valores”, comenta Ignacio García, vice-presidente da Cummins Inc. e líder da América Latina.

Rishi se juntou à Cummins em 1995, ainda como estagiário, e desde então ocupou diversas posições de liderança na engenharia até alcançar a atual posição de diretor executivo América Latina. Sob sua responsabilidade, a engenharia da Cummins se expandiu na região e passou a “exportar profissionais” para outros países.

Rishi também esteve envolvido com os produtos e as tecnologias mais importantes que a empresa desenvolveu nos últimos 19 anos para a América Latina.

Sediada em Columbus, Indiana (Estados Unidos), desde sua fundação em 1919, a Cummins emprega cerca de 57.825 pessoas.