• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Balança comercial tem superávit de US$ 61 bilhões em 2021, recorde anual

Resultado da balança comercial do ano passado foi 21,1% superior quando comparado a 2019
Aumento maior nas importações do que o previsto, no entanto, frustrou as previsões do governo (Divulgação/Claudio Neves)
Aumento maior nas importações do que o previsto, no entanto, frustrou as previsões do governo (Divulgação/Claudio Neves)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 03/01/2022 16:15 | Última atualização em 03/01/2022 16:27Tempo de Leitura: 3 min de leitura

As exportações brasileiras superaram as importações em 2021, resultando em um saldo positivo de US$ 61,008 bilhões, o maior já registrado em um ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 3, pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia.

Com o sobe e desce do mercado, seu dinheiro não pode ficar exposto. Aprenda como investir melhor.

O resultado da balança comercial do ano passado foi 21,1% superior ao ano anterior, quando foi registrado superávit de US$ 50,393 bilhões. Ainda em setembro, o saldo acumulado em 2021 já havia batido o valor recorde anual, US$ 56 bilhões, de 2017.

Um aumento maior nas importações do que o previsto, no entanto, frustrou as previsões do governo - o saldo ficou abaixo da última projeção do Ministério da Economia, divulgada no início de dezembro, que era de superávit de US$ 70,9 bilhões.

No ano passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 35,8%. As exportações somaram US$ 280,394 bilhões (+34,0%, na comparação com o ano anterior). Já as importações chegaram a US$ 219,386 bilhões em 2021 (+38,2%).

No ano, houve crescimento de US$ 57,66 milhões (52,5%) em Agropecuária; avanço de US$ 31,6 milhões ( 14,1%) em Indústria Extrativa e de US$ 129,59 milhões ( 25,9%) em produtos da Indústria de Transformação.

Já nas importações, houve crescimento de US$ 2,23 milhões ( 12 2%) em Agropecuária; avanço de US$ 46,63 milhões ( 210,3%) em Indústria Extrativa e de US$ 117,29 milhões ( 17,7%) em produtos da Indústria de Transformação.

Dezembro

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,948 bilhões em dezembro. Os dados foram divulgados há pouco pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia. Em dezembro de 2020, o resultado foi positivo em US$ 2,703 bilhões.

No mês passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 25,3%. As exportações somaram US$ 24,366 bilhões em dezembro (+26,3%). Já as importações chegaram a US$ 20,418 bilhões em dezembro (+24%).

Na quarta semana de dezembro (20 a 26), o saldo comercial foi de déficit de US$ 1,189 bilhão. Na quinta semana de dezembro (27 a 31) foi positivo em US$ 639 milhões.

Em dezembro, houve crescimento de US$ 46,63 milhões (210,3%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 117,29 milhões (17,7%) em produtos da Indústria de Transformação.

Já nas importações, houve crescimento de US$ 2,23 milhões (12 2%) em Agropecuária; crescimento de US$ 46,63 milhões (210,3%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 117,29 milhões (17 7%) em produtos da Indústria de Transformação.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia e descubra.