Mercados

Fitch revisa perspectiva dos bancos do Japão para negativa

A decisão é uma consequência da redução da nota do Japão como emissor de dívida a longo prazo

O Mitsubishi UFJ é uma das instituições afetadas pela revisão de perspectiva (Getty Images)

O Mitsubishi UFJ é uma das instituições afetadas pela revisão de perspectiva (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de maio de 2012 às 07h38.

Tóquio - A agência de classificação de riscos Fitch revisou a perspectiva dos principais bancos japoneses para "negativa", como consequência da redução da nota do Japão como emissor de dívida a longo prazo (DR).

A revisão afetou diferentes instituições bancárias dos três principais grupos financeiros do país: Mitsubishi UFJ Financial Group, Mizuho Financial Group e Sumitomo Mitsui Financial Group.

A Fitch manteve a classificação de todas as instituições como emissores a longo prazo em "A", mas revisou sua perspectiva e a situou em "Rating Watch Negative" ("Perspectiva de Qualificação Negativa").

Segundo a entidade, a revisão reflete "a menor flexibilidade do governo para proporcionar ajuda financeira aos bancos em caso de necessidade".

"A solidez financeira do governo foi se debilitando devido a uma crescente pressão fiscal que responde aos custos crescentes da seguridade social", explica em comunicado a Fitch.

Ontem, a agência rebaixou a classificação de emissor a longo prazo (IDR) do Japão em divisa internacional e nacional ao nível "A", de "AA" e "AA-", respectivamente, com perspectiva "negativa". 

Acompanhe tudo sobre:Agências de ratingÁsiaBancosEmpresasFinançasFitchJapãoMercado financeiroPaíses ricosRating

Mais de Mercados

Goldman Sachs vê cenário favorável para emergentes, mas deixa Brasil de fora de recomendações

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Bolsa brasileira comunica que não foi afetada por apagão global de tecnologia

Ibovespa fecha perto da estabilidade após corte de gastos e apagão global

Mais na Exame