Mastercard: cresce interesse por criptomoedas e biometria para pagamentos

Pesquisa mostra que, um ano após o início da pandemia, interesse por métodos de pagamento inovadores e sem contato continua crescendo

A Mastercard divulgou, nesta terça-feira, 4, os resultados de sua pesquisa sobre pagamentos digitais, chamada "Mastercard New Payments Index". O levantamento mostra aumento no interesse dos consumidores sobre esse tipo de ferramenta e diz que 93% dos entrevistados demonstraram interesse por novos meios de pagamento, como criptomoedas, biometria e QR Codes.

A pesquisa foi conduzida em 18 países e ouviu um total de 15.559 consumidores no Brasil e em países como África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Egito, Estados Unidos, Emirados Árabes, Índia, México, Nigéria, Peru, República Dominicana, Quênia e Tailândia.

Desde o início da pandemia, devido ao fechamento de lojas e riscos de contaminação, os consumidores mudaram seus hábitos. Um ano depois, o levantamento da Mastercard mostra que a adoção de novos métodos de pagamento continua aumentando, com enorme interesse dos consumidores por sistemas de pagamento novos, rápidos e digitalizados.

Segundo o levantamento, 63% dos entrevistados afirmaram ter testado um método de pagamento novo, que não teriam usado em circunstâncias normais. Os consumidores passaram a utilizar com maior frequência os métodos de pagamentos sem contato (contactless) e as compras online.

“A pandemia nos fez pensar de forma diferente, em parte por necessidade”, disse Craig Vosburg, Diretor de Produtos da Mastercard. “Para oferecer a escolha e a flexibilidade que os consumidores precisam — e cada vez mais esperam —, os varejistas em todo o mundo precisam oferecer uma gama de soluções de pagamento fáceis de acessar e sempre ativas. Conforme olhamos para o futuro, precisamos continuar a permitir todas as opções, tanto na loja física quanto online, para moldar a estrutura do comércio e fazer a economia digital funcionar para todos”.

A pesquisa também mostra um enorme aumento do interesse dos consumidores pelas criptomoedas, especialmente os jovens. Se 40% dos consumidores entrevistas afirmam que pretendem usar moedas digitais no próximo ano, 67% dos millennials (nascidos de meados dos anos 1980 até o final do século passado) concordam que estão mais abertos ao uso de criptomoedas do que há um ano.

O uso da biometria também se mostrou uma prioridade para os consumidores, com 53% dos entrevistados dizendo que é um método mais seguro e 60% se mostrando empolgados com o uso da tecnologia para pagamentos. Mais de 70% também dizem que pagamentos via QR Codes são mais higiênicos e convenientes do que o dinheiro, e cerca de 65% afirmam que pretendem usar mais esse tipo de tecnologia no próximo ano.

O levantamento da Mastercard também mostra que, com o aumento do interesse dos consumidores por novos métodos de pagamento, a necessidade de adaptação dos lojistas no longo prazo é essencial — a pesquisa mostra, por exemplo, que 79% das pessoas prefere comprar em lojas com presença tanto física quanto online e 68% acredita ser mais empolgante comprar em lojas que oferecem métodos de pagamento inovadores.

Como forma de atender à preferência dos consumidores por pagamento rápidas e sem contato, muitos comerciantes estão optando por sistemas de pagamento inovadores. Quase 90% das transações presenciais em todo o mundo ocorrem em um comerciante habilitado para pagamentos sem contato, e quase todas as categorias de lojas viram aumento nas transações deste tipo no primeiro trimestre de 2021.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.